Hemorróidas

Quais são as descargas após a cauterização da erosão no colo do útero?

Pin
Send
Share
Send
Send


As mulheres recorrem frequentemente a ginecologistas com queixas sobre a presença de descarga após a cauterização do colo do útero. Além disso, seu caráter é completamente diversificado. Normalmente, a descarga é esbranquiçada ou transparente, mas nos primeiros dias há até a presença de manchas. Isto não é uma patologia, porque o processo de cura. Mas o que fazer se a descarga não parar e sua consistência, cor e cheiro mudarem?

O que pode ser esperado após o procedimento?

No processo de cauterização, a membrana mucosa é significativamente danificada., e também pequenos vasos sanguíneos podem estar envolvidos. A natureza e a abundância da secreção são afetadas pelo grau de dano epitelial, bem como pelo método de remoção da erosão.

A consistência e a abundância do corrimento vaginal podem afetar significativamente o estilo de vida de uma mulher, porque após a cauterização é proibido tomar banho, levantar pesos e deve ter relações sexuais durante o período de cicatrização.

As secreções normais são aquelas que não diferem em profusão da menstruação. A cicatrização da ferida após a cauterização da erosão dura de 8 a 10 semanas.

O que é considerado normal e o que não é?

Por 3 semanas após a manipulação da mulher há destaquecuja natureza deve mudar no processo de cura. Secreções normais incluem:

  1. Por cor:
    • incolor (transparente, esbranquiçado, branco) - a intensidade é fraca, pode haver coágulos sanguíneos, duração - até 10 dias,
    • rosa (creme, bege, vermelho) - a intensidade aumenta, eles se tornam mais viscosos, densos, duração - 2 semanas,
    • acastanhado (café, spotting, escassa) - intensidade ao nível de um par de gotas, consistência espessa, termina dentro de uma semana.
  2. De acordo com a consistência:
    • aguado (quase como água), a secreção da vagina restaura a microflora e tende ao normal,
    • manchas - causada pela cicatrização de feridas, quando as células sanguíneas se misturam com muco claro.

Mas há situações em que a manipulação de cauterização não foi tão apressada, como gostaríamos, e há secreções patológicas, como:

  1. Amarelo (verde amarelo) - sua aparência indica o desenvolvimento de erosão secundária, ou a presença de uma infecção bacteriana (gonorréia, tricomoníase), também pode indicar uma série de doenças: salpingite ou vaginite. A infecção pode ser registrada tanto durante a operação como depois, se as normas higiênicas não forem cumpridas. O cheiro dessas secreções é agudo e desagradável.
  2. Marrom (vermelho escuro, sangrento, quase preto) - pode indicar o desenvolvimento de endometriose (proliferação de tecido epitelial). Eles são muito abundantes, com coágulos sanguíneos, têm uma base mucosa. O cheiro é metálico e podre.

Quanto tempo eles duram?

Sangrar, queimar erosão normalmente deve parar em uma semana (neste caso, é o sangue que passa por alguns dias, e então aparece uma descarga rosa). A descarga rosa dura até 10-12 dias.

Após duas ou três semanas após a cauterização, muitas mulheres apresentam sangramento curto e grave (sua duração não é superior a 2 horas). Isso indica a separação da crosta endurecida da ferida - uma crosta. Este é um processo normal, que indica um processo de cicatrização normal.

Assim, em geral, o período de descarga leva até um mês. Qualquer coisa acima da norma é motivo de preocupação. Se o sangramento está ganhando intensidade e não pára por mais de 2 horas - você deve imediatamente chamar uma ambulância!

O que fazer com patologia?

No momento da detecção de secções patológicas, é necessário consultar sem demora um especialista. Afinal, o atraso neste assunto é impossível. Isso é repleto de novos focos de inflamação que podem se espalhar para outros órgãos.

Fenômenos patológicos são os seguintes sinais:

  • a presença de secreções amarelas ou verdes,
  • perda de sangue pesado,
  • odor pútrido
  • intensidade de descarga (independentemente da cor e textura),
  • corrimento prolongado (mais de 3 semanas).

Quais outros sintomas podem indicar efeitos negativos e quais sinais são naturais?

Se o sangramento exceder a quantidade de menstruação normal - isso é uma patologia. E a presença de dor leve pode ser bastante normal, porque o processo de cicatrização ocorre no colo do útero. Mas com a dor, também, você precisa estar em guarda: se for forte, e não passar dentro de um mês, então você deve ser examinado por um ginecologista.

Podem ser sinais de anemia, um processo inflamatório ou uma recaída da doença. Afinal, várias patologias e complicações após manipulações na cauterização da erosão são bastante amplas:

  • endometriose (crescimento endometrial no canal cervical),
  • reaparecimento da erosão no mesmo local (com exposição insuficiente do aparelho ao local da lesão pela doença),
  • tecido cicatricial (pode causar mais complicações com a fertilização),
  • inflamação (infecção bacteriana ou viral).

É muito difícil descobrir o quanto as seleções são normais. Afinal, eles dependem de muitos fatores. Portanto, não apenas a operação em si, mas também o período de recuperação deve estar sob a supervisão rigorosa do médico assistente. A responsabilidade durante o período de reabilitação pode ajudar significativamente na recuperação e minimizar as conseqüências negativas. A saúde de uma mulher, em primeiro lugar, depende dela.

Descarga característica aparecendo após a cauterização

O corrimento vaginal, manifestado após o tratamento da erosão, tem um valor muito grande - eles ajudam o ginecologista a determinar como a recuperação do paciente continua. É por isso que é tão importante controlar suas características de qualidade: abundância, cheiro, duração ou cor. Alterações nestes indicadores podem indicar a presença de qualquer processo patológico no corpo - o desenvolvimento de inflamação, a adesão de uma infecção bacteriana, a ocorrência de sangramento uterino. Existem vários tipos de secreções específicas após a cauterização da erosão, descritas em detalhes abaixo.

Segredo sangrento e rosado

O aparecimento de impurezas sangrentas nas secreções secretadas após o procedimento de cauterização durante os primeiros dias é uma ocorrência comum que não deve ser assustada. Perda excessiva de sangue no paciente é observada nas primeiras 48 horas após o tratamento da erosão por cirurgia. O método de diatermocoagulação é considerado o mais traumático para uma mulher e, como resultado dessa terapia, ocorre grande quantidade de sangramento.

Quanto tempo o sangue flui da cavidade vaginal depois de tal intervenção? Normalmente, o tecido cervical aderente deixa de sangrar após 6-7 dias. Em tal situação, o segredo sangrento só pode ser liberado no início do período de reabilitação - mas não mais do que 1-2 dias, e então o paciente começa a ficar livre de corrimento rosa. Tal sintoma é considerado normal se após um procedimento médico 10-12 dias não tiverem passado.

A natureza sanguinolenta da descarga após a cauterização da erosão cervical por ondas de rádio é raramente observada. Este método de tratamento é considerado o mais benigno, assim como a criodestruição ou coagulação por laser dos tecidos afetados. Como resultado de tal terapia por alguns dias, uma mulher pode aparecer apenas uma pequena quantidade de sangue ou corrimento rosado.

Durante a primeira semana após a cauterização, o paciente pode sentir uma leve dor no baixo-ventre. Por sua natureza, essas sensações desagradáveis ​​se assemelham à dor durante a menstruação. Às vezes, após 15-20 dias, o sangramento é retomado. No caso em que tal fenômeno dura menos de 1-2 horas, e a perda de sangue é mínima ao mesmo tempo - você não pode se preocupar com isso. A razão para a liberação de sangue em tal situação é considerada a separação da crosta endurecida da superfície da ferida. Mas se a perda de sangue for grande o suficiente e sua duração exceder 2 horas, procure imediatamente ajuda médica, pois esse sintoma indica o início do sangramento uterino.

É bom saber! Em caso de uma saída intensiva do sangue de uma cavidade de uma vagina, o tratamento tem de executar-se imediatamente! Lembre-se que parar completamente a hemorragia uterina em casa é impossível - isso deve ser feito por um especialista qualificado em um hospital.

Cor verde ou amarela

Abundância, intensa descarga amarela após a cauterização da erosão é considerada um sinal de patologia. Tal violação é geralmente acompanhada pelo aparecimento de um cheiro desagradável. Nessa situação, uma mulher deve consultar um médico para uma consulta, pois o corrimento vaginal amarelado ocorre quando patógenos bacterianos são presos à ferida e a inflamação se desenvolve. Na maioria das vezes, a formação de secreção amarela pode ser causada por doenças do sistema reprodutivo, como ooforite, vaginite e salpingite.

Após a cauterização, as secreções amarelas podem adquirir uma estrutura espumosa e gradualmente mudar sua cor para um tom esverdeado. Em tal situação, é necessário assumir a ocorrência de tricomoníase ou gonorréia. O aparecimento de secreção com uma tonalidade esverdeada pronunciada é um sinal da transição do processo infeccioso para uma forma inflamatória purulenta. Tais secreções têm uma textura espessa, são bastante intensas, cheiram desagradáveis. A coloração amarela e verde da secreção vaginal é característica da erosão recorrente do colo uterino, que ocorre como resultado do tratamento incompleto dos tecidos afetados durante o procedimento de queimação.

Marrom secreto

Se o paciente aparece descarga marrom, então este fenômeno é considerado normal, fisiológico. Em tal situação, a secreção é muitas vezes não intensiva, manchada. Quantos dias dura esse sintoma? Normalmente, a descarga desaparece 2-3 dias após a erosão ter sido queimada.

Às vezes, nas mulheres, há uma secreção excessivamente abundante de cor marrom, que é acompanhada de dor e outros sinais desagradáveis ​​de patologia. Neste caso, o paciente geralmente é diagnosticado com inflamação do endométrio. Esta doença danifica os menores vasos da camada interna do útero, daí a correspondente descarga de cor vermelha, preta ou marrom.

A formação de secreção marrom-escura espessa pode ser causada pela adição de infecções bacterianas. Nesta situação, as mulheres também notam o aparecimento de corrimento com um odor desagradável. A patologia é acompanhada de sensações dolorosas no baixo-ventre e deterioração do bem-estar do paciente.

Aguado e translúcido

Como resultado da cicatrização dos tecidos danificados após a cauterização da erosão, a cor da secreção secretada gradualmente adquire uma cor normal e natural. A leucorréia acaba se tornando transparente e se torna viscosa. Neste caso, a descarga é muitas vezes abundante, tem um cheiro peculiar e pode ser líquido, como a água.

Se a patologia tiver afetado uma pequena parte do colo do útero e não tenha penetrado profundamente o suficiente, a secreção aquosa pode ocorrer a partir de 1-2 dias após o tratamento. Normalmente, essa secreção ocorre após a radioterapia da doença. Muito muco é considerado um dos sinais de cicatrização de feridas. A descarga aquosa pode durar de 2 a 3 semanas, eles não devem conter impurezas com sangue. Caso contrário, esse fenômeno é considerado uma patologia e deve ser tratado.

Interessante Depois de completar o procedimento de diatermocoagulação, a descarga freqüentemente adquirirá um odor fétido. O paciente fica assustado com esse sintoma, embora seja compreensível e lógico. Durante os primeiros 7 dias, esse sinal clínico geralmente desaparece, mas se isso não acontecer, a mulher deve consultar um médico com urgência para consulta.

O que deve ser considerado a norma?

Qual deve ser a alocação após a erosão por cauterização? Quanto tempo esse sintoma pode durar? Na prática médica, considera-se norma quando, após o tratamento de tal patologia, o paciente teve a seguinte alta:

  • O segredo rosado - tem uma tonalidade avermelhada ou creme, deixa intensivamente e aumenta gradualmente a quantidade. Dura de 7 a 10 dias.
  • Translúcido, sem cor - alocam-se um pouco, muitas vezes neles há uma mistura de sangue ou coágulos de sangue. Este sintoma pode incomodar uma mulher até 7-10 dias.
  • Manchando marrom - semelhante à secreção nos primeiros dias da menstruação, muito espessa e bastante escassa. Não passe mais que uma semana e gradualmente desapareça completamente.

Durante todo o período de reabilitação, pequenos pedaços de sarna rejeitando, coágulos de sangue da ferida podem estar presentes na secreção vaginal. A cura de uma casca grande demora um pouco mais - pelo menos 3 a 4 semanas.

Que métodos de cauterização existem na medicina?

O método do tratamento de tal doença perigosa seleciona-se por um especialista qualificado. Neste caso, a causa do desenvolvimento da patologia e o grau de sua gravidade são de grande importância. Na prática médica, existem várias maneiras de cauterizar a erosão cervical:

  • A cirurgia de ondas de rádio (RVH) é um método bastante avançado de tratamento da patologia. Nesta situação, o tratamento é realizado sem contato direto com o tecido cervical afetado. A remoção da parte requerida do muco é fornecida com a ajuda de ondas de rádio especiais, cuja ação causa a estimulação da energia contida dentro da célula. Como resultado desse processo, o tecido se auto-destrói - seus elementos estruturais simplesmente evaporam. Um procedimento similar é realizado para cada paciente individualmente, levando em consideração as características de sua doença. A duração do período de reabilitação após o tratamento com ondas de rádio é bastante longa.
  • Cryodestruction - este método de terapia ajuda a se livrar rapidamente da doença e prevenir sua recorrência. Ao realizar tal manipulação, o epitélio danificado é submetido ao congelamento, para isso, o tecido é afetado por uma substância específica - o nitrogênio líquido. Este método de tratamento na medicina doméstica ainda é pouco usado, e custa muito mais do que a cauterização da erosão por ondas de rádio.
  • Coagulação por laser - neste caso, a área danificada da membrana mucosa é cauterizada com um feixe de laser, que tem baixa intensidade de exposição. A técnica é bastante popular, uma vez que toda a operação é realizada com muito cuidado, e as complicações após praticamente não são manifestadas.
  • Coagulação química - este procedimento médico envolve o tratamento de tecido cervical danificado com uma substância química especial (medicamento) que causa uma alteração nas células erradas do epitélio cilíndrico. No curso de tal manipulação, o epitélio chato da membrana mucosa permanece intacto - cobre completamente a superfície inflamada da erosão, assegura sua proteção e cura. Este método de terapia é reconhecido como o mais benigno, porque no processo de sua implementação não há perda de sangue e dor no órgão problema. Mas não é aconselhável usá-lo para danos epiteliais extensos, porque após o tratamento da erosão por este método pode ser necessário repetir esta operação.
  • Diathermoelektrokoagulyatsiya (DEC) - envolve a cauterização da corrente da mucosa inflamada. Para tal operação, uma corrente de tensão não muito alta é usada. Como resultado de seu contato com o local da erosão, forma-se uma queimadura. Tratar tal doença com o método DEC em nosso tempo não é aconselhável, pois agora existem muitas outras técnicas terapêuticas mais progressistas. Depois que a queimadura aparecer, remova a superfície afetada. Este método de tratamento é utilizado apenas no caso de erosão extensa e negligenciada. Depois de tal intervenção por 2-3 semanas, a mulher tem uma descarga sanguinolenta.

É importante! Antes de embarcar no tratamento de tal doença, deve-se certificar-se de que o diagnóstico estabelecido está correto. Para este fim, é necessário passar uma série de testes de laboratório, que o médico lhe recomendará. Durante todo o processo de tratamento da erosão cervical e durante o período de reabilitação, uma mulher deve visitar um ginecologista.

Dicas úteis

Muitos representantes do sexo fraco estão interessados ​​na questão do que deve ser a descarga após a cauterização e o quanto eles vão. Mas nem todas as mulheres sabem que a resposta depende principalmente do seu comportamento após a terapia de erosão. Afinal, um procedimento tão simples é considerado uma intervenção cirúrgica na cavidade uterina! É por isso que todos os pacientes durante a reabilitação são aconselhados a seguir as seguintes regras:

  • Neste momento, os médicos aconselham a abster-se de procedimentos higiênicos: banhos quentes, idas ao banho e sauna. A opção mais aceitável em tal caso - chuveiro de pé. Também não é recomendado visitar a piscina para evitar a infecção da superfície da ferida.
  • Durante as primeiras 2-3 semanas, uma mulher não é recomendada para levantar mais de 2-3 kg.
  • Лучше воздержаться от половых связей до полного заживления маточной шейки и прекращения выделений. В противном случае оба партнера рискуют заразиться бактериальной, вирусной инфекцией или венерическими болезнями.
  • Você não pode sobrecarregar muito os músculos do baixo-ventre, pressione. Os esportes devem ser adiados até a recuperação total.
  • No período de reabilitação, não é recomendado visitar países quentes e geralmente alterar o clima familiar. Adie a viagem, se possível, por um certo tempo. A influência da radiação ultravioleta em um determinado período de tempo pode prejudicar seriamente sua saúde.
  • Não use tampões no período menstrual, se você tivesse um procedimento para cauterização da erosão - é melhor tomar um absorvente normal. Também é estritamente proibido conduzir duchas sem a recomendação de um médico.

Siga estas regras simples e o período de reabilitação irá bem. Como resultado do reparo tecidual após a cauterização da erosão cervical, o ciclo menstrual estabiliza-se gradualmente, e a descarga se tornará habitual em cor e consistência. Este procedimento de tratamento tem muitas conseqüências, mas a maioria deles são eventos pós-operatórios naturais que o seu profissional de tratamento certamente irá avisá-lo.

A natureza do dano tecidual no local da cauterização da erosão

Depois de eliminar a erosão, forma-se uma crosta no colo uterino, que desaparece quando o tecido subjacente está se curando. Quanto tempo leva esse processo e a natureza do dano depende do tamanho da ferida e do método de cauterização da erosão.

Então, com tratamento de feridas elétricas (diatermocoagulação) afetam não apenas o tecido destruído pela erosão, mas também a área circundante. No local da cauterização permanecem cicatrizes, estreitando o canal cervical, reduzindo a extensibilidade. Portanto, este método geralmente não é utilizado no tratamento de mulheres nulíparas.

Cryodestruction (queimando com frio)bem moxabustão química a este respeito, eles são mais seguros, uma vez que não causam danos tão profundos nos tecidos.

Durante destruição a laser A profundidade do processamento é controlada com a ajuda de um colposcópio, portanto, a lesão de tecidos saudáveis ​​é excluída.

O mais rápido é a cura depois coagulação por ondas de rádio. Usando um eletrodo de rádio, a vedação indolor dos nervos danificados no local da erosão é realizada sem dor. Neste caso, as cicatrizes estão ausentes.

Mas, em qualquer caso, leva tempo para que o sangramento dos vasos danificados pare, a regeneração dos tecidos e as glândulas se recuperem. Danos a eles levam ao aumento da produção de muco.

Descarga normal após a cauterização

Por cerca de 2-3 semanas após o procedimento, a mulher tem alta, cuja natureza muda durante o processo de cicatrização. Considera-se a norma se a descarga seguinte aparecer:

  1. Transparente, incolor, de fraca intensidade. Às vezes você pode notar pequenos coágulos sanguíneos neles. Tal descarga geralmente ocorre nos primeiros 2-10 dias.
  2. Rosa (do rosa cremoso ao vermelho). A intensidade das secreções aumenta, tornam-se mais densas, há aproximadamente até o final da segunda semana.
  3. Marrom escasso (pique). Eles gradualmente ficam mais grossos e desaparecem em cerca de uma semana.

Durante todo o período de cicatrização das secreções, você pode notar pedaços de uma cicatriz que se desfaz gradualmente. Se a crosta era grande, depois de ter caído (no final de 2 a 3 semanas), a mulher pode notar o aparecimento de sangue. Nesse caso, o sangramento é interrompido após algumas horas. Mas se continuar com a mesma intensidade ainda mais, então você precisa ir ao médico, porque a causa pode ser dano a um grande vaso no momento em que a escara cai. Para parar o sangramento só é possível por bandagem do navio.

Por via de regra, a descarga acompanha-se da dor abdominal leve que não causa muita preocupação. A descarga normal após a cauterização da erosão não apresenta odor desagradável.

Após a recuperação do corpo, a mulher apresenta a leucorréia habitual, inerente às várias fases do ciclo menstrual. Antes da cauterização, o médico avisa o paciente sobre quanto tempo a descarga pode durar com esse método e quais desvios são possíveis.

Aviso: Se o sangramento aumenta após uma cauterização, ocorre febre, fraqueza e tontura na mulher, o que significa que um sangramento perigoso foi aberto. É necessário chamar imediatamente uma ambulância.

Possíveis complicações após a cauterização da erosão

Este procedimento, como qualquer operação nos órgãos genitais femininos, está sempre associado a um certo risco, já que após a intervenção, as consequências podem ocorrer nas primeiras semanas e também no futuro.

Consequências imediatas estão associadas à disseminação do processo inflamatório do colo do útero para o útero, trompas e ovários. A inflamação pode ocorrer de um lado ou de ambos.

Uma complicação perigosa é sangrar. Interrupção do ciclo menstrual, mudança na natureza da menstruação pode ocorrer. Geralmente tais complicações ocorrem durante as primeiras 8 semanas.

Os efeitos a longo prazo ocorrem se, como resultado da cauterização, o colo do útero se estreita ou o canal cervical se sobrepõe ao tecido cicatricial. A cicatriz também pode ocorrer na camada mais profunda (síndrome co-cervical coagulada), o que leva a uma perda completa de elasticidade. Possível re-formação de erosão no mesmo local.

A endometriose geralmente se desenvolve, se a próxima menstruação começar mais rápido do que a ferida se curar completamente. Com a corrente do sangue menstrual, as partículas do endométrio são levadas para um tecido não curado e começam a crescer, formando focos de inflamação, interrompendo a patência do colo do útero.

Tais complicações são manifestadas por dor no baixo-ventre, febre, distúrbios do ciclo e mudanças na natureza da descarga.

Descarga amarela após a cauterização

O aparecimento de abundante descarga de cor amarela pode indicar as seguintes patologias:

  1. A recorrência da erosão cervical no mesmo local. O motivo não é a exposição suficientemente precisa à área afetada ou a lesão da superfície durante o procedimento.
  2. Ocorrência de uma infecção bacteriana na vagina (ela poderia ter sido registrada durante o procedimento e mais tarde). A descarga de espuma abundante da cor amarela é característica da tricomoníase, gonorréia. Eles podem ter um tom esverdeado. Tais secreções têm um cheiro desagradável.
  3. Inflamação da vagina (vaginite), ovários (ooforite) ou trompas (salpingite). Se ocorrer um processo purulento no útero e nos apêndices, aparece uma descarga espessa amarelo-esverdeada com um forte odor pútrido.

Nota: Cauterização com produtos químicos ou nitrogênio líquido às vezes é realizada em várias etapas, de modo que o efeito é mais suave. Isto não significa que cada vez que a eliminação da ulceração recentemente desenvolvida seja realizada.

Descarga marrom

Se essa descarga é acompanhada de dor no baixo-ventre, ocorre alguns dias antes da menstruação, então a causa é a endometriose. A proliferação do endométrio na região cervical é acompanhada por danos a um grande número de vasos e, portanto, a secreção torna-se marrom. O matiz pode ser avermelhado ou preto. Eles são abundantes, têm uma consistência mucosa espessa. Coágulos sanguíneos são visíveis neles. Se tal descarga tem um mau cheiro, isso indica uma infecção do endométrio, a ocorrência de um processo inflamatório.

Como acelerar a cura. Recomendações do médico

Para que a mulher não sangre após a cauterização da erosão, ela é aconselhada a evitar o esforço físico e a caminhada prolongada nas próximas semanas.

Deve ser protegido contra infecção. Você não deve visitar a piscina, nadar nas lagoas. Uma mulher deve ser especialmente cuidadosa com procedimentos higiênicos usando apenas água corrente. É necessário trocar as juntas com frequência. Os médicos alertam que cuecas sintéticas apertadas criam condições particularmente favoráveis ​​para a reprodução de microorganismos. Depois da cauterização, é necessário usar a roupa interior só de tecidos naturais.

Os tratamentos térmicos podem intensificar a descarga e provocar sangramento. Portanto, você só pode lavar sob um banho quente. Você não pode tomar um banho, vá para a sauna.

Maior dano é syringing. Com este procedimento, você pode facilmente ferir a superfície da cicatrização, causar queimaduras ou infecções.

Não é permitido fazer ultrassonografia transvaginal, na qual o sensor é inserido na vagina. A relação sexual é possível não antes de 1,5 a 2,5 meses após a eliminação da erosão.

Características do tratamento da doença

A erosão cervical pode ser assintomática por anos e é frequentemente detectado por acaso, ao entrar em contato por outro motivo ou durante um exame de rotina.

Os métodos mais comumente usados ​​de impacto físico direto, destruindo o local da erosão.

Após o tratamento, o paciente precisa se salvar por algum tempo.de modo a não infectar a área tratada e não ferir o colo do útero, a fim de evitar a recorrência da erosão e outras possíveis complicações.

Com a destruição do sítio do epitélio ectopic no seu lugar forma uma ferida, coberta de uma crosta de ferida. Quando o epitélio normal se recupera, a escara se desprende, desaparece e é exposta.

A duração do período de recuperação depende do método de erosão, da área de dano, da saúde geral da mulher e de alguns outros fatores.

Diathermocoagulation de método de tratamento (cauterização por corrente elétrica) é um dos métodos mais traumáticos de eliminação do ESM.

O impacto da corrente captura não apenas a área afetada, mas também os tecidos saudáveis ​​adjacentes a ela. É extremamente difícil para um médico controlar a profundidade da exposição.

Portanto, após a diatermocoagulação, formam-se frequentemente cicatrizes, a elasticidade do colo do útero diminui. A possibilidade de um estreitamento do canal cervical não é excluída, raramente há casos de supercrescimento do orifício.

Quimofixação (cauterização com solução ácida) e criodestruição (congelamento) a profundidade do impacto é muito menor, o risco de formação de cicatriz no local da erosão é muito menor.

Ao escolher um desses tratamentos para a completa eliminação do defeito, algumas vezes é necessário vários procedimentos.

Destruição a laser e coagulação de ondas de rádio do ESM - os métodos mais benignos de tratamento de ESM. Danos ao tecido saudável é quase impossível, a ferida cicatriza rapidamente, sem cicatrizes.

No entanto, independentemente do método de exposição ao local da erosão, após o tratamento, a natureza e quantidade do corrimento vaginal varia.

É importante que o paciente conheça as diferenças entre secreções normais e patológicas durante o período de recuperação, a fim de detectar sinais precoces de complicações e consultar um médico.

Tipos de cauterização

Cauterização (este conceito inclui vários métodos de influência sobre a membrana mucosa do colo do útero) é realizada após um tratamento conservador não trouxe os resultados desejados.

As indicações para ele são:

  • erosão cervical falsa ou ectopia,
  • leucoplasia (queratinização do epitélio cervical),
  • Eritroplastia (patologia do colo do útero, um sintoma do qual são áreas que perderam completamente o epitélio, ou em que permaneceu camada mínima).

Se o médico decidir sobre a necessidade de cauterização, a preparação inclui monitoramento de esfregaço e exame de sangue. Na identificação de processos inflamatórios e na determinação do agente causador (bactérias, fungos ou vírus), é prescrito o tratamento apropriado. No momento da intervenção de processos inflamatórios na vagina, o canal cervical e os órgãos genitais externos não devem ser. Para controlar o médico prescreve:

  • determinação da flora vaginal (swab),
  • esfregaço usando uma reação em cadeia da polimerase para determinar a infecção de infecções sexualmente transmissíveis,
  • exame de sangue clínico geral,
  • exame de sangue bioquímico,
  • exame de sangue para HIV, sífilis, grupo sanguíneo, hepatite,
  • exame histológico de tecidos retirados da zona de erosão.

Para o procedimento, um período adequado é escolhido - o segundo ou terceiro dia após a cessação completa do fluxo menstrual. Essa escolha tem dois objetivos:

  • cura ideal da área onde a intervenção foi realizada,
  • reduzindo o risco de desenvolver patologias do colo do útero.

A escolha da tecnologia, que será usada a cauterização, afeta:

  • idade da mulher
  • Ela teve uma história anterior de trabalho?
  • equipamento que está na clínica
  • a presença de um especialista que pode trabalhar com equipamentos,
  • A questão do custo do serviço, se a mulher se voltasse para uma clínica paga.

Muitos médicos oferecem às mulheres um procedimento sem um bom motivo.
Para tomar uma decisão sobre o consentimento para o tratamento, é aconselhável submeter-se a consultas adicionais com um médico com boas críticas.

Modos de Cauterização

Cauterização usando vários métodos que diferem:

  • complexidade tecnológica
  • a forma e profundidade da queimadura causada pela membrana mucosa do útero,
  • método de cicatrização de feridas
  • método de reabilitação após aparelho de tratamento.

Alguns métodos de cauterização são tecnicamente e tecnologicamente desatualizados, mas continuam a ser usados ​​em conexão com o baixo preço e ampla distribuição de equipamentos (cauterização com eletricidade).

Métodos existentes de tal tratamento:

  • coagulação elétrica (térmica),
  • exposição a nitrogênio (criodestruição ou congelamento),
  • gravação a laser (vaporização por laser),
  • exposição a ondas de rádio (coagulação de ondas),
  • efeito de plasma (ablação de plasma de argônio),
  • exposição ao ultrassom,
  • cautério medicinal.

Em alguns casos, após o tratamento, a erosão é detectada novamente. As razões são: a seleção errada de métodos para parar a erosão ou a falha do paciente em cumprir as prescrições do médico.

Descarga após cauterização

A presença de fluxos de saída da vagina, sua aparência, quantidade e cheiro são os indicadores de controle do estado das membranas mucosas. Acredita-se que em uma mulher saudável normal, a descarga não deve ser. Sua aparência, transparente ou branca, indica uma mudança na vagina de uma mulher.

A liberação de massas abundantes de amarelo indica uma infecção, uma cor amarelo-esverdeada e um odor desagradável sinalizam a adição de uma infecção purulenta.

Mucosa muda após o procedimento

A cauterização forma uma área de lesão (queimadura) na membrana mucosa, que provoca a formação de crostas superficiais, inchaço e vermelhidão das membranas mucosas.

Acima da queimadura, um filme é formado a partir de um aglomerado de células mortas, cobrindo a área afetada com uma crosta macia.

Leucócitos e outras células começam a fluir para a área afetada para acelerar a cicatrização, as células mortas são substituídas por novas, um novo epitélio começa a se formar sob a crosta, que provoca secreções, que removem o epitélio morto e mantêm um ambiente favorável à cicatrização.

O processo de cura depende do tipo de cautério - o método mais traumático de diatermocoagulação exigirá duas semanas de reabilitação.

Durante este período, a descarga deve ser normalmente clara, aquosa e sem odor forte. A crosta, separada da membrana mucosa renovada, sai sozinha, sem dor, com lixiviação vaginal.

Em alguns casos, alterações nos excrementos podem indicar uma separação da crosta:

  • há um leve desconforto no abdome inferior,
  • pode haver dor no colo do útero,
  • mancha aparece - normalmente eles vão por um dia.

Se efusões sangrentas após a cauterização da erosão continuar por mais de dois ou três dias, é necessário consultar um médico.

As mulheres precisam saber como se comportar após o tratamento da erosão e qual deve ser a alocação - a reabilitação depende disso.

Queimaduras a laser

O método de vaporização a laser permite que o procedimento seja realizado com alta precisão, minimamente traumatizando os tecidos circundantes com um feixe de luz. O processo de renovação da cobertura epitelial dura por um mês, o que reduz o risco de complicações do colo do útero.

O procedimento pode fazer com que a mulher tenha uma secreção aquosa levemente sanguinolenta ou clara. Para a prevenção de processos inflamatórios, o médico prescreve velas - anti-inflamatórias ou cicatrizantes, aliviando a inflamação. A peculiaridade da descarga com o método de correção do laser é o cheiro forte.

Descarga com o método de rádio

Este método de tratamento é considerado o mais novo e mais moderno, com o menos traumático. Uma crosta não se forma acima da área afetada, mas uma fina película fina aparece. O método é sem contato, não permitindo que a infecção penetre no trato genital feminino durante o procedimento, o que minimiza o risco de inflamação.

Como resultado da correção, a descarga sanguinolenta aparece após a cauterização da erosão, isto é considerado normal. Eles devem desaparecer em poucos dias, dor e cólicas devem ir embora com eles. Este tratamento dá retornos mínimos.

Descarga com o método de congelamento

O método de congelamento é considerado mais benigno do que queimar com uma corrente. Uma característica do método é a formação durante todo o processo de cura de abundantes secreções aquosas.

As saídas vaginais com outros métodos de destruição não diferem significativamente das descritas acima. O médico realiza check-ups a cada 10 dias, o último - 45-50 dias após o procedimento.

Descargas no estágio de cicatrização de feridas

Quais secreções são consideradas normais após a cauterização? По их характеру и цвету можно определить стадию заживления раны после вмешательства и состояние слизистых шейки матки.

Normalmente, a alta sem aderir à patologia dura por 3 semanas. Nos primeiros 7 a 9 dias, um líquido claro e aquoso é separado. No caso de cauterização com corrente elétrica, pode haver manchas após a cauterização da erosão. A cor do fluido de descarga da vagina torna-se rosa, a consistência da descarga é mais espessa. Sua sombra pode ser enfatizada por manchas de sangue.

Então, no dia 10-14, a descarga se torna mais espessa e pastosa, a cor da descarga é escura, até marrom. Na descarga podem ser determinados pedaços de tecido da casca da casca.

Depois que a crosta cai, pequenas hemorragias podem ser observadas na área de intervenção, que rapidamente se detêm. Qualquer sangramento após a erosão não deve ser abundante, tanto quanto possível - para se assemelhar à intensidade do mensal.

Para aliviar a descarga sanguínea patológica (muito abundante), o médico realiza o procedimento de cauterização do vaso afetado.

Reabilitação Moxabustão

Para a prevenção de hemorragias, aumento de secreções, uma mulher infectada deve aderir a uma série de regras, o médico deve informar sobre isso após a cauterização. O período total de reabilitação após o tratamento é de pelo menos 90 dias. Todo esse período que uma mulher precisa:

  • levar um estilo de vida medido com um sono obrigatório de oito horas,
  • eliminar da dieta de pratos fortes, fritos e pesados ​​que causariam o fluxo sanguíneo para a pélvis,
  • desistir de álcool e tabaco,
  • incluir na agenda do dia o exercício e caminha após 10-15 dias a partir do momento da cauterização,
  • não nade em lagoas abertas, rios e piscinas,
  • eliminar banho quente e banho,
  • não levante objetos cujo peso total exceda 3 kg.

Uma mulher deve excluir o contato sexual até a completa cicatrização da zona de erosão e o surgimento do epitélio de pleno direito.

O médico realiza a cauterização, após ter tratado a infecção, mas:

  • violação de higiene,
  • sistema imunológico fraco
  • não conformidade com as recomendações do médico,

leva à reinfecção e à necessidade de tratamento adicional.

Ao restaurar a menstruação, é necessário usar apenas absorventes externos, trocando-os à medida que são poluídos, mas não menos que a cada 2 horas. Os tampões são proibidos.

Se processos inflamatórios são detectados na zona da escara, são prescritos agentes vaginais Polygynax - ativos contra fungos e Terzhinan (uma droga complexa contra todas as infecções vaginais).

Características do reparo tecidual no local do cautério

Independentemente do método escolhido pelo médico para remover focos de epitélio alterado no pescoço, as estruturas moles do órgão sofrem os mesmos processos de recuperação gradual. Existem três etapas de reabilitação da camada mucosa do colo do útero:

  • inflamatório - a causa da inflamação - o fornecimento de fatores irritantes no epitélio (se o método de criodestruição foi usado ou após a cauterização da erosão por ondas de rádio) e danos mecânicos em outros métodos de contato,
  • estágio de proliferação - divisão celular epitelial ativa,
  • processo de epitelização - o crescimento e crescimento da camada epitelial atualizada
  • Quantos não podem fazer sexo após a cauterização da erosão
  • Cauterização da erosão por ondas de rádio: um tratamento eficaz
  • Quais secreções podem aparecer durante a erosão cervical

A cauterização da erosão cervical, independentemente do método do procedimento, leva à formação de uma crosta, sob a qual todos os processos de cura e recuperação ocorrem. Até que a escara passe, esse período é o mais crítico, pois há altos riscos de complicações.

A convergência da sarna é mais rápida com métodos de remoção do processo patológico como a cauterização com nitrogênio líquido, a exposição a laser e o tratamento com o preparo químico Surgitron.

Após a cauterização da erosão, a descarga não começa imediatamente. A escara fecha os vasos sanguíneos, impedindo que o sangramento se abra. Após o tratamento da erosão, os primeiros 1-2 dias começam a ir a descarga aquosa. Eles são transparentes, a intensidade é moderada, com uma pequena quantidade de manchas no sangue.

Quanto essa descarga é individual, mas sua duração média é de 7 a 10 dias. A descarga de sangue começa a aparecer gradualmente. No início um líquido rosado sai, com uma consistência mucosa, gradualmente começará a engrossar. O sangue depois de queimar a erosão começa a ir imediatamente. No segundo estágio de restauração do epitélio do órgão, manchas marrom aparecem. Eles são grossos, sua duração não é mais do que 1 semana.

Quando a separação da sarna do epitélio queimado começa, a secreção marrom acompanha a liberação de pequenos coágulos sanguíneos. O sangramento após a cauterização da erosão cervical aumenta sua intensidade no intervalo de 8 a 20 dias após a manipulação ginecológica. Isso é normal, tal manifestação indica a completa separação da escara.

Intensivamente e abundantemente o sangue flui devido a danos nos vasos, não mais contidos por uma crosta. A detecção após a cauterização durante o período de separação da crosta não dura mais do que algumas horas. Se o sangue se prolongar por mais tempo, sem sinais evidentes de diminuição da intensidade, recomenda-se que visite o médico sem demora.

Cura normal

O sangramento da erosão do colo do útero após a cauterização não deve durar mais de 3 semanas, e com cada semana seu volume deve diminuir gradualmente.

O que é normal depois de queimar a erosão? A princípio eles serão líquidos, depois mucosos, rosados, e então o sangue começará a fluir diretamente.

E o ciclo completo da cura do órgão com roupas brancas simples termina, depois que elas começam a menstruação.

Sangramento pesado

Sobre o que deve ser a seleção após a cauterização da erosão, o médico dirá com mais detalhes após o procedimento. O volume muda gradualmente, como cor e consistência. Quando o paciente após a remoção das lesões patológicas começou imediatamente a sangrar no dia da cauterização ou menos de um dia depois, isso indica uma complicação como uma violação da integridade de um grande vaso sanguíneo. O reparo do vaso é realizado por técnicas como cauterização ou curativo. Qual método escolher, o médico decidirá, com base na gravidade do dano.

A mancha após a cauterização pode ocorrer quando a cicatrização termina e a mulher já teve seu primeiro período menstrual após o tratamento da erosão. Uma pequena quantidade de sangue pode aparecer após a intimidade. Sangramento ocorre em um volume muito escasso, mais como um pique. Entre as causas mais prováveis ​​e freqüentemente diagnosticadas desse fenômeno está a formação de um cisto na superfície do colo do útero, enquanto não há outros sintomas do processo patológico.

Um cisto no órgão após a queima da erosão é mais frequentemente formado devido a métodos aplicados como a criodestruição, remoção por corrente elétrica ou pelo método de ondas de rádio. A sarna formada sobrepõe as glândulas, interferindo no processo normal de descarga do conteúdo das glândulas. Por esta razão, os cistos começam a se formar, os quais são danificados durante a relação sexual e sangramento.

A aparência do pique vermelho logo antes da menstruação pode ser um sinal dos efeitos da cauterização, como o desenvolvimento da endometriose.

Durante a erosão após a cauterização, a descarga rosada e vermelha e a descarga marrom são consideradas normais. Todas as outras cores de resíduos líquidos indicam o desenvolvimento de processos patológicos e complicações. Cores amareladas e verdes, consistência como a água são sinais de patologia. A descarga amarela após a cauterização da erosão pode ser uma conseqüência da penetração de patógenos infecciosos.

Tais conseqüências indesejáveis ​​freqüentemente surgem como resultado do trabalho descuidado de um especialista, que reorganizou insuficientemente o órgão antes da manipulação ginecológica. No entanto, muitas vezes a própria mulher é culpada pelo fato de a infecção ter ocorrido, uma vez que ela não observou cuidadosa higiene e negligenciou a necessidade de cumprir todas as prescrições médicas.

Consequências raras, mas não excluídas, após a remoção de focos erosivos - levedura e candidíase. Erosão e aftas são outra complicação.

Que descarga após a cauterização da erosão cervical indica a presença de fungos patogênicos? Grande volume, a cor é branca e cinza, a consistência é espumosa, muito fina.

Na candidíase, a quantidade de corrimento é grande, a consistência é brega, há sinais como uma sensação de queimação com coceira na área vaginal. A erosão do colo do útero e do tordo provocam uma série de complicações graves, pelo que a sua terapêutica deve ser realizada atempadamente.

Odor normal e atípico

Após a cauterização da erosão do colo do útero por ondas de rádio, as excreções não devem ter nenhum odor, como acontece com outros métodos.

Se uma mulher sente um estranho, um cheiro incomum ou, pior, um cheiro desagradável, isso indica o início do processo patológico. Qualquer descarga com um odor desagradável, apesar do fato de o paciente não sentir dor, a menstruação chegou a tempo e não há outros sintomas, exigem um tratamento obrigatório para o médico.

Não deve haver descarga após a cauterização com qualquer odor estranho, especialmente com uma mistura de podridão. Este sintoma indica o desenvolvimento de vaginose bacteriana. A presença de odor pútrido é um sinal da formação de um foco purulento na cavidade uterina e colo do útero - uma complicação grave que ocorre quando a remoção descuidada de focos erosivos. É necessário tratar este efeito imediatamente.

Manifestações com complicações

Se o tratamento foi realizado com ondas de nitrogênio, corrente ou rádio, a descarga é acompanhada por uma leve síndrome de dor no baixo-ventre. Por via de regra, a dor é moderada. Se uma mulher tem um abdómen inferior, o volume de sangue aumenta, uma necessidade urgente de consultar um ginecologista.

A presença de dor intensa é sinal da formação de um foco inflamatório. Quando a dor é fraca, pode indicar uma infecção nos apêndices e na cavidade uterina. Nestas situações, a dor é localizada principalmente no lado onde o órgão infectado está localizado.

Por que, após a cauterização da erosão em pacientes, a temperatura pode subir, desenvolver um estado febril? É importante saber que esses sintomas não devem acompanhar o processo de recuperação. Eles indicam uma patologia séria, requerem assistência de emergência.

Sem quitação

Casos em que não há alta após a cauterização da erosão indicam que o procedimento transcorreu sem intercorrências. A ausência de sangramento é característica do método sem contato de remover a foci cauterização erosiva por ondas de rádio. Não há necessidade de se preocupar que após o procedimento para a remoção das estruturas do epitélio doente não há leucorréia, salpicos e sangue, isso significa apenas que o corpo foi submetido ao procedimento, os vasos sanguíneos não estão danificados.

Medidas preventivas

Para não enfrentar as consequências negativas do procedimento de remoção da erosão, é necessário seguir todas as recomendações do médico:

  • lavar regularmente
  • Não use saunas, solários,
  • Não nade nas piscinas, lagoas.

É proibido tomar qualquer medicamento sem prescrever um médico, mexer na vagina e usar tampões. Intimidade sexual é excluída por um período de 2 semanas a um mês ou até que o órgão esteja completamente curado. 2-3 semanas após o procedimento, vale a pena passar um exame de rotina por um ginecologista.

Sinais em que a presença de um médico deve ser imediatamente - descarga amarela, verde ou cinza, textura espumosa, aumento da temperatura corporal, calafrios e febre. Este sintoma indica complicações graves que requerem diagnóstico e tratamento.

O que é isso

A erosão é um defeito na mucosa cervical, que ocorre por vários motivos:

  • mecânico,
  • inflamatório
  • infeccioso,
  • hormonal
  • hereditário,
  • congênita e assim por diante.

A violação da integridade do muco leva ao fato de que a flora patogênica sem obstrução pode penetrar não apenas na parte vaginal do pescoço, mas também profundamente. Nesse caso, tanto o próprio órgão reprodutor quanto seus anexos podem ser afetados.

Eu preciso cauterizar a erosão e qual método é mais conveniente de usar, o médico decide, com base em cada caso.

Qualquer cauterização, mesmo aquela que é considerada a mais benigna, tem várias contra-indicações, portanto, antes deste procedimento, é necessário fazer um exame minucioso e consultar um especialista.

Além disso, a cauterização pode ser acompanhada por algumas consequências e momentos desagradáveis ​​que uma mulher deve estar ciente para distinguir a norma da patologia. Uma das consequências da cauterização é a descarga, que será discutida mais adiante.

É possível descarregar após a cauterização

Durante a cauterização, o muco é bastante danificado, o que leva à presença de secreções. Além disso, o processo envolve não apenas a camada epitelial em si, mas também os vasos sanguíneos, portanto, nas secreções, muitas vezes é possível observar uma mistura de sangue.

A duração da hemorragia pesada depende do método de cauterização:

  • após a queima das ondas de rádio, a mucosa praticamente não sofre alterações, portanto a forte descarga pode ser observada apenas no primeiro dia após o procedimento,
  • cerca de 2 dias de excreção podem ser observados quando o laser queima,
  • após a criodestruição, o sangramento pode perturbar o paciente por cerca de 3 dias,
  • depois da cauterização química, as secreções podem não ser de todo,
  • cauterização por corrente elétrica - a cauterização mais traumática - neste caso, a descarga com sangue pode ser observada dentro de uma semana.

Secreções patológicas

As complicações podem indicar uma descarga marrom, amarela ou verde muito rica.

A descarga amarela e verde, acompanhada de um cheiro desagradável, requer tratamento imediato ao médico. Na maioria das vezes, essas secreções sinalizam o processo inflamatório desencadeado pela flora bacteriana.

Grande descarga marrom pode indicar endometriose. Se a menstruação começou antes da cicatrização da ferida, a probabilidade de tais complicações aumenta várias vezes.

Por via de regra, neste caso, a descarga pode ser mucosa, sangue ou quase preta. Se um cheiro desagradável é adicionado a essas secreções, isso indica endometriose, complicada pela inflamação.

O que fazer

A resposta a essa pergunta depende de que tipo de descarga apareceu após a cauterização.

Se esta é uma variante da norma, você não deve se preocupar. Uma mulher deve aderir estritamente às recomendações, proibições e restrições que o médico prescreveu para ela, e logo a alta normalizará.

Se a descarga tem uma natureza patológica, nada pode ser feito por conta própria, você deve contactar imediatamente um especialista, que, dependendo da situação, irá prescrever o tratamento. Atrasar com uma viagem ao ginecologista neste caso não só é indesejável, mas também extremamente perigoso.

Mensalmente após a cauterização

Normalmente, o período menstrual após a erosão por cauterização começa após 3-4 semanas. A duração do ciclo e a natureza da descarga, como regra, não mudam.

O atraso da menstruação pode ser observado apenas se a erosão tiver uma causa hormonal. Neste caso, o médico deve prescrever medicamentos hormonais que ajudem a restaurar o ciclo.

Períodos muito fortes nem sempre são considerados uma patologia, especialmente se não forem acompanhados por sintomas graves. No entanto, uma mulher é aconselhada a consultar um médico para determinar a causa do sangramento grave.

Períodos escassos são normalmente considerados apenas quando uma mulher toma hormônios. Se os hormônios não forem aceitos, a consulta do especialista é necessária.

Como acelerar o processo de cicatrização

Recomendações para a cura mais rápida após o procedimento de cautério são dadas pelo médico assistente.

Como regra, eles se resumem ao seguinte:

  • se uma mulher não tem complicações na forma de processos inflamatórios, recomenda-se a utilização de tampões de óleo de espinheiro marítimo, que aceleram o processo de cicatrização da ferida,
  • O metiluracilo - velas ou creme pode ser usado para melhorar os processos de regeneração.
  • se ocorrer inflamação, o Levomekol pode ser tratado,
  • Se a infecção crônica é exacerbada, supositórios anti-inflamatórios são prescritos.

Para evitar conseqüências negativas após a cauterização, é proibido:

  • tomar banho
  • quando a descarga sangrenta usa absorventes higiênicos,
  • douche
  • use velas vaginais sem receita médica,
  • envolver-se na intimidade
  • para visitar saunas e banhos,
  • nadar em piscinas ou em águas naturais,
  • submeter-se a procedimentos de fisioterapia,
  • tomar medicamentos que podem aumentar a pressão arterial,
  • levantar pesos
  • fazer esportes.

Essas restrições são de natureza temporária e sua duração é prescrita pelo médico individualmente.

Todo o tratamento após a cauterização deve ser monitorado pelo médico assistente. В некоторых случаях для отслеживания за изменениями в шейке матки будет использоваться кольпоскопия.

Conclusão

Ao remover tecidos danificados, são criadas alterações patológicas, que exigem tempo e adesão completa a todas as recomendações médicas a serem eliminadas.

Na maioria das vezes, o tratamento local habitual é suficiente e, após vários ciclos menstruais, uma mulher pode esquecer problemas na região cervical-cervical.

Pin
Send
Share
Send
Send