Saúde masculina

CMV citomegalovírus igg positivo: o que isso significa

Pin
Send
Share
Send
Send


A presença de resultados positivos na entrega de testes que detectam o citomegalovírus IgG, significa que existem anticorpos no corpo humano que bloqueiam a atividade do vírus. Isso significa que a pessoa age como portadora da infecção. A presença de imunidade a esse tipo de infecção possibilita não ter medo de possíveis complicações que ameacem a vida do paciente.

Nesta edição, um papel importante é desempenhado pela qualidade do trabalho das funções de proteção do corpo e da saúde física do paciente. Maior atenção deve ser dada a um resultado negativo de um teste semelhante realizado durante a gravidez. Este fato pode ameaçar a saúde da criança, já que não há anticorpos contra essa infecção no organismo em desenvolvimento.

O citomegalovírus é uma das infecções mais comuns no mundo.

Decifrando termos básicos

Anticorpos IgG de citomegalovírus detectados, o que isso significa? Para responder a essa pergunta, é necessário considerar o procedimento de pesquisa em si. Durante este procedimento, material genético submetido para pesquisa está sendo estudado para procurar anticorpos específicos para o citomegalovírus. O termo Ig neste caso é uma abreviação da palavra imunoglobulina. Este oligoelemento é uma proteína protetora que é sintetizada pelo sistema imunológico para combater vários vírus.

A imunidade do corpo humano produz dezenas de espécies de anticorpos específicos, cujo objetivo é combater vários tipos de infecção. No final da puberdade, várias dezenas de imunoglobulinas estão presentes no ambiente interno do corpo. Com a ajuda da letra G na combinação considerada, a classe de anticorpos que são responsáveis ​​pela luta contra certos patógenos é indicada.. Cada uma dessas classes é denotada pelas letras do alfabeto latino.

Também deve ser dito que, se uma pessoa ainda não experimentou o citomegalovírus, então, no ambiente interno, não há anticorpos necessários para combater a doença. Com base nisso, pode-se dizer que um resultado positivo para os testes pode atuar como evidência de que esse tipo de infecção já esteve presente no organismo. Além disso, você deve prestar atenção ao fato de que as imunoglobulinas que estão na mesma classe, mas têm usos diferentes, têm diferenças notáveis. Com base nisso, a realização de testes para o citomegalovírus IgG permite obter os resultados mais precisos.

Como os testes traduzem

Uma característica do citomegalovírus é que após a penetração no ambiente interno do corpo humano, a infecção permanece nele para sempre. Hoje, a medicina não tem resposta para a questão de como remover completamente essa cepa do vírus do corpo. Este tipo de infecção é inativa e armazenada nas secreções das glândulas salivares, na composição do sangue, bem como nas células de certos órgãos. Deve-se notar aqui que algumas pessoas nem sequer estão cientes da presença de infecção e que são portadoras.

A análise de IgG para citomegalovírus significa a pesquisa de anticorpos específicos para o vírus em várias amostras do corpo do paciente

Considerando o problema, citomegalovírus positivo IgG, o que significa, você deve fazer uma pequena digressão e considerar algumas diferenças entre as classes de anticorpos. A classe IgM inclui anticorpos de tamanho grande. Eles são produzidos pelo sistema imunológico, a fim de reduzir a atividade de uma infecção viral dentro de um curto período de tempo. Esta classe de anticorpos não tem a capacidade de criar memória imunológica. Isso significa que, após um certo período de tempo, os anticorpos reproduzidos desaparecem e a defesa do corpo está sob ameaça.

Estudos da reação em cadeia do polímero e uma resposta positiva a esses estudos sugerem que existem anticorpos contra o citomegalovírus no corpo humano. Se houver anticorpos do grupo M no sangue, é possível avaliar a quantidade de tempo decorrido desde o momento da infecção. A presença desses anticorpos é um tipo de evidência de que o vírus está no auge de sua atividade e o corpo está ativamente combatendo a infecção. Para obter informações mais detalhadas, você deve prestar atenção aos dados adicionais.

O que deve prestar atenção

O teste de reação em cadeia polimérica revela não apenas a presença de IgG contra o citomegalovírus, mas também muitas outras informações úteis. A interpretação dos dados das análises realizadas é realizada pelo médico assistente, no entanto, o conhecimento de determinados termos permitirá que você se familiarize independentemente com as informações fornecidas. Abaixo está uma lista dos termos mais comuns:

  1. "IgM positivo, IgG negativo" - indica que a imunidade produz ativamente anticorpos, cuja ação visa combater vírus. A presença desse resultado sugere que a infecção ocorreu recentemente e que o sistema imunológico ainda não teve tempo de desenvolver anticorpos da classe "G".
  2. "IgM negativo, IgG positivo" - a infecção está inativa. A infecção por citomegalovírus levou muito tempo e o sistema imunológico protege totalmente o corpo. Quando os anticorpos de re-infecção não permitirem que a infecção se espalhe.
  3. "IgM negativo, IgM negativo" - Esse resultado sugere que não há anticorpos no ambiente interno do corpo que suprimam a atividade do citomegalovírus, uma vez que essa cepa de infecção ainda não é conhecida pelo organismo.
  4. "IgM positivo, IgG positivo" - Este status informa sobre a reativação do vírus e a exacerbação da doença.
O resultado da análise “Cytomegalovirus IgG positive” significa que o paciente com tais resultados é imune ao citomegalovírus e é o seu portador

Às vezes, a seguinte linha é encontrada em tais resultados: "Anti CMV IgG aumentou". Isso significa que a quantidade de anticorpos necessária para combater o citomegalovírus é acima do normal. Para entender o que significa o valor da norma, vamos considerar um indicador como o índice de avidez do anticorpo:

  1. 0 índice - significa a ausência de infecção no corpo.
  2. ≤50% - este resultado é evidência de infecção primária.
  3. 50—60% - dados incertos. Após a recepção deste resultado, é necessário submeter-se a um processo de reavaliação em quinze dias.
  4. ≥60% - indica que o corpo possui anticorpos que protegem a pessoa da reativação da infecção. No entanto, esse status pode indicar que a doença em si adquiriu uma forma crônica.

Na presença de imunidade forte e ausência de doenças crônicas que afetem a qualidade do sistema imunológico, um teste positivo para a presença de anticorpos não deve causar preocupação para sua própria saúde. Na maioria dos casos, o efeito do sistema imunológico no vírus leva a um curso assintomático da doença. Em casos mais graves, o citomegalovírus com forte imunidade pode manifestar-se sob a forma de sintomas como:

  • dor de garganta,
  • ligeiro aumento de temperatura
  • diminuição da capacidade de trabalho.

Embora os sinais de infecção possam estar ausentes, uma pessoa infectada deve ser mantida em isolamento durante uma doença aguda. Especialistas recomendam visitar lugares públicos o mínimo possível e evitar contato próximo com mulheres grávidas e crianças pequenas completamente. Estando nesta fase da doença, uma pessoa é uma fonte ativa de infecção, portanto, para encurtar o período da fase aguda da infecção, deve-se iniciar imediatamente a terapia.

Resultado positivo de testes realizados durante a gravidez

Se um resultado positivo é um teste para a presença de anticorpos IgM, várias conclusões podem ser feitas. Este resultado pode indicar tanto uma infecção primária com citomegalovírus quanto uma recidiva da doença. Ao detectar esta classe de imunoglobulinas no primeiro trimestre da gravidez, é necessário iniciar imediatamente a terapia para a doença. O atraso na tomada das medidas necessárias pode levar ao fato de que a infecção terá um efeito teratogênico no desenvolvimento do feto..

Em uma situação com recaída da doença durante a gravidez, o risco de possíveis complicações é significativamente reduzido. No entanto, como no caso anterior, a falta de terapia pode causar uma doença infecciosa congênita no recém-nascido. Também é necessário considerar o risco de infectar a criança durante a passagem pelo canal do parto.

A estratégia da terapia é determinada pelo médico que acompanha o processo de gestação.

Citomegalovírus - herpesvírus com curso latente quando entra no corpo

Para determinar a natureza da infecção, você deve prestar atenção ao nível de imunoglobulinas pertencentes à classe "G". A presença desses corpos é evidência de imunidade à infecção secundária. Os sintomas característicos do citomegalovírus, nesta situação, sugerem uma diminuição na qualidade do trabalho das funções de proteção do corpo. Se o resultado do procedimento de PCR for negativo, o médico deve considerar os danos ao corpo como primários e tomar todas as medidas necessárias para reduzir o risco de desenvolver complicações para o feto.

Para a nomeação de um regime de tratamento, será necessário analisar detalhadamente o histórico médico do paciente. Junto com isso, vários fatores são levados em conta, incluindo as doenças crônicas existentes. A presença de imunoglobulinas da classe M é um sinal peculiar do perigo da doença. No entanto, deve-se notar que tal resultado como anti-IgM negativo na ausência de anticorpos da classe G, pode fornecer uma certa ameaça. Nesta situação, uma mulher grávida precisa tomar todas as medidas que protegerão seu corpo da infecção primária.

Resultado positivo em bebês

A presença de anticorpos da classe G em um recém-nascido é uma espécie de evidência de que a infecção ocorreu durante o desenvolvimento fetal do embrião. Para obter uma prova inequívoca, você precisará passar várias amostras com um intervalo de um mês. A presença de infecção congênita pode ser determinada pelo exame microscópico do sangue.

Na maioria dos casos, o desenvolvimento da infecção por citomegalovírus é latente. No entanto, em tal situação há um risco de complicações sérias que representam uma ameaça para a saúde do bebê. Tais complicações incluem disfunção hepática, hepatite e pneumonia. Além disso, existe o risco de coriorretinite, que pode posteriormente causar uma perda completa da visão.

Se houver suspeita de atividade de citomegalovírus no recém-nascido, é necessário iniciar o tratamento imediatamente para evitar possíveis complicações. Nos primeiros dias após o nascimento, deve ser dado um cuidado permanente ao bebê infectado.

Método de tratamento

Na maioria dos casos, os anticorpos contra o citomegalovírus eliminam independentemente a exacerbação da doença. No entanto, em algumas situações, o uso de drogas potentes é necessário para eliminar a infecção. O uso de tais drogas sem a necessidade é extremamente indesejável, devido ao alto risco de efeitos colaterais dos medicamentos. Entre os vários fármacos utilizados no tratamento do citomegalovírus, devem ser alocados os medicamentos Ganciclovir, Foscarnet, Panavir. Apesar dos possíveis efeitos colaterais na forma de uma violação dos rins e órgãos do trato gastrointestinal, essas drogas em um curto espaço de tempo eliminam a atividade da infecção.

A infecção humana geralmente ocorre até 12 anos

Além disso, o tratamento complexo utiliza drogas do grupo de interferons, bem como imunoglobulinas, obtidas de doadores que são imunes à infecção. O uso dos medicamentos acima é permitido somente após consulta prévia com um especialista. Essas drogas potentes têm características próprias, conhecidas apenas por especialistas da área de medicina e farmacologia.

Em conclusão, deve-se dizer que o resultado positivo do procedimento de PCR para a presença de infecção por citomegalovírus sugere que existem anticorpos no corpo humano que impedem o desenvolvimento da doença. Para que o sistema imunológico continue a proteger o corpo, é necessário prestar mais atenção ao estado de sua saúde.

O que detecta os anticorpos CMV?

O citomegalovírus aparece no sangue durante a infecção primária ou secundária. Com a ajuda do igM, é possível identificar inflamação aguda, prescrever tratamento adequado. A síntese de imunoglobulinas - um marcador de infecção, determina o estágio do processo patológico.

Se houver citomegalovírus no organismo, o teste de IgG é positivo, mas na ausência do patógeno, o resultado do teste é não negativo.

Cinco classes de imunoglobulinas foram estudadas: A, D, E, M, G. Cada uma é responsável por certas funções do sistema imunológico. Alguns anticorpos combatem vírus, o segundo - destrói as bactérias e outros - ativam reações inflamatórias, anti-histamínicas e desintoxicantes.

Para o diagnóstico de infecção por citomegalovírus, revelam a concentração de 2 classes de anticorpos - igG, igM. Identifique as diferenças entre o conteúdo de uma variedade de imunoglobulinas no sangue, mas dados confiáveis ​​são obtidos após a determinação da concentração de imunoglobulinas G.

Estudos científicos mostraram que quando o citomegalovírus entra no corpo, é impossível se livrar dele pelos métodos existentes. O patógeno é preservado por um longo tempo intracelularmente, propagado pela replicação do ácido desoxirribonucleico (DNA).

A gravidade do processo patológico é determinada pela concentração do vírus, o estado de imunidade. Um igG positivo indica uma infecção aguda com um nível aumentado de anticorpos no sangue.

Imunidade ao CMV

Depois que o vírus entra no corpo, a infecção entra em um estado latente (latente), em outras palavras, o estado de portador. O vírus permanece nos tecidos de uma pessoa que esteve doente por toda a vida e pode ser ativada quando a imunidade é inibida. A carruagem não causa danos à saúde - a atividade vital do vírus ocorre no modo "adormecido", os virions não se multiplicam, não emitem toxinas, não destroem as células hospedeiras.

Durante a infecção inicial, o sistema imunológico produz anticorpos específicos que reconhecem antígenos CMV estranhos e os destroem. Esta é uma reação protetora do corpo que visa manter a homeostase e combater a infecção. Anticorpos são chamados de imunoglobulinas. Eles são de classes diferentes, que diferem no tempo de produção após a infecção e características funcionais.

Imunidade ao CMV

Para o diagnóstico de CMV, os anticorpos das classes M e G, que são comumente referidos como IgM e IgG, são relevantes. IgM é um anticorpo rápido que é produzido nos primeiros dias após uma infecção ter entrado no corpo. Eles se ligam aos antígenos do vírus e os neutralizam. As IgGs são sintetizadas nos 10-14 dias da doença, quando a atividade do processo infeccioso é suprimida por anticorpos rápidos. Eles realizam a função da memória imunológica, a detecção de anticorpos IgG no sangue indica a produção de imunidade resistente contra o CMV.

Diagnóstico sorológico laboratorial

Para a determinação de anticorpos no sangue periférico, é utilizado um método sorológico de exame laboratorial - ELISA (imunoensaio enzimático). Diagnostics permite obter um indicador quantitativo e qualitativo de imunoglobulinas específicas, bem como determinar o título de aumento de anticorpos em soros pareados. O título de anticorpos é detectado ao longo do tempo com um intervalo de amostragem de biomaterial de 3-4 semanas. Com a ajuda da sorologia, descubra a avidez da IgG - a capacidade de se ligar ao vírus. O índice de avidez indica o tempo de infecção. Esta informação é especialmente importante no diagnóstico da infecção intrauterina do feto.

O sangue é mais comumente usado para análise, mas em alguns casos, outros fluidos corporais biológicos (escarro, saliva, urina, líquido cefalorraquidiano) ou raspagens (canal cervical, vagina, brônquios) são coletados. O sangue é tomado com o estômago vazio após a abstinência da ingestão de alimentos por 6-8 horas. Antes do exame é necessário abster-se do overstrain físico e mental, consumo de comidas gordurosas e bebidas alcoólicas. Uma hora antes do procedimento não deve fumar.

Diagnóstico sorológico laboratorial

Indicações para executar ELISA para avaliar o nível de IgG:

  • planejamento da gravidez,
  • alto risco de infecção intra-uterina do feto,
  • sinais de infecção por citomegalovírus em recém-nascidos,
  • estados de imunodeficiência adquirida e congênita (HIV / AIDS, citostáticos, quimioterapia, radioterapia),
  • SARS,
  • transaminases hepáticas elevadas com resultados negativos para marcadores de hepatites virais,
  • aborto espontâneo, natimorto,
  • febre longa
  • baço aumentado, fígado,
  • клиника инфекционного мононукеоза, не подтвержденная обнаружением вируса Эпштейна – Барра.

Качественный результат анализа может быть «положительный» и «отрицательный». Количественный результат содержит показатель титра антител IgG и IgM.

Возможные варианты результата ИФА

Os resultados do ELISA fornecem ao médico assistente informações sobre o estágio da doença, a imunidade adquirida, o tempo de infecção primária ou a exacerbação da doença. De acordo com os dados obtidos, o especialista toma decisões sobre as táticas de gravidez e parto, seleciona o curso ideal da terapia. Na maioria dos casos clínicos, a infecção ou ativação da infecção não requer tratamento especial.

Se forem detectados anticorpos IgG por citomegalovírus, o que isso significa? Este resultado do teste é o mais adequado para pessoas saudáveis, gestantes e pacientes com imunossupressão. Isso significa que o corpo tem forte imunidade contra infecção e o CMV está sob controle. No entanto, pode haver várias opções, e todas elas requerem uma abordagem médica individualizada, especialmente para o grupo de risco.

IgM negativoIgG negativo - Não há imunidade específica ao CMV no organismo, o sistema imunológico não está familiarizado com o vírus. Para as mulheres que planejam a concepção, gestantes, pacientes com imunodeficiência, esse resultado significa a necessidade de medidas preventivas para prevenir a infecção primária. Para pessoas saudáveis, não há limite ou perigo.

IgM positivoIgG negativo - infecção primária com CMV. Esta condição é perigosa para a infecção intra-uterina do feto, se a mulher estiver infectada no primeiro trimestre da gravidez. Durante a terapia imunossupressora com citostáticos, drogas quimioterápicas, exposição à radiação, a infecção primária com uma infecção piora o prognóstico do tratamento da doença subjacente e pode causar a morte.

Análise de ELISA

IgM positivoIgG positivo - infecção primária no auge da doença ou recidiva da infecção. Neste caso, o perigo permanece, tanto para uma mulher grávida como para pacientes com imunossupressão. Para esclarecer o estágio da infecção e o tempo de infecção (recidiva), a determinação do título de anticorpo e índice de avidez são realizados. O título de anticorpos é testado em dinâmica - o ELISA é prescrito com um intervalo de 3-4 semanas. Se o título está alto ou aumentando, a infecção está na fase aguda. Se o título é reduzido em dinâmica, então a doença está em fase de recuperação. Anticorpos IgG em pequenas quantidades circulam no sangue periférico ao longo da vida.

IgM negativoIgG positivo - imunidade resistente à infecção, curso latente de CMV, transporte. A grande maioria das pessoas a 40-50 anos em análises sorológicas serão registrados tais resultados.

Determinação da avidez de IgG

Se no teste sangüíneo os anticorpos para IgG de citomegalovírus forem positivos, mas anticorpos IgM também forem detectados, a avidez das imunoglobulinas de classe G. É prescrita a partir do nível de avidez, o tempo de infecção primária com CMV. Isto é importante no caso de infecção de uma mulher grávida e determinar o risco de infecção intra-uterina do feto, a formação de malformações.

  1. O índice de avidez é alto (acima de 60%) - atesta a favor da infecção há mais de 20 semanas. Para uma mulher grávida, este é um resultado reconfortante, a infecção intrauterina do feto não ocorreu ou não causará a formação de malformações graves ou natimortos.
  2. O índice médio de avidez (40-60%) é um resultado duvidoso, requer a determinação do título de anticorpos na dinâmica e monitoramento do estado de saúde da mulher.
  3. Baixa avidez (menos de 40%) indica um alto risco de infecção intrauterina do feto, como resultado de infecção nas primeiras 12 semanas de gravidez, abortos espontâneos são possíveis, a formação de malformações de órgãos internos, infecção no segundo e terceiro trimestre está associada ao risco de surdez, cegueira, atraso na criança desenvolvimento mental.

Infecção intra-uterina do feto nem sempre causa doença grave em uma criança. Na função normal do sistema imunológico da mãe, os anticorpos inibem a atividade vital do vírus e impedem a formação de sérias conseqüências.

Quando o tratamento é prescrito para o CMV?

A detecção de IgG contra o citomegalovírus não é motivo para excitação e indicação de tratamento antiviral. Para a prevenção da exacerbação da infecção, é necessário fortalecer o sistema imunológico, levar um estilo de vida saudável, tratar doenças crônicas em tempo hábil. Essas medidas são suficientes para manter o vírus sob controle. Em pessoas saudáveis, a infecção primária ou recorrência de CMV é assintomática ou o quadro clínico é semelhante a infecções respiratórias agudas.

A terapia da doença é realizada com infecção grave, quando o vírus se espalha pelo corpo e afeta os órgãos internos: coração, fígado, pulmões, rins, cérebro. Esta é uma forma generalizada de infecção que ocorre quando as defesas do corpo são inibidas. Em risco estão os pacientes com imunodeficiências congênitas e adquiridas (HIV / AIDS), bem como recebendo imunossupressores (citostáticos, exposição à radiação, quimioterapia).

O tratamento é realizado para mulheres grávidas com alto risco de infecção intra-uterina do feto, bem como crianças com infecção congênita por citomegalovírus. O curso da terapia é determinado pelo médico assistente de acordo com a gravidade do curso da doença e o grau de inibição da imunidade.

A terapia de CMV inclui:

  • drogas antivirais (cidofovir, gintsiklovir, forskanet) - suprimir a reprodução de vírus, destruir virions, prevenir o efeito negativo da infecção no corpo,
  • medicamentos à base de interferon (cycloferon, viferon, anaferon) - normalizar o sistema imunológico,
  • Imunoglobulinas (cytotect, megalotect) - anticorpos que são obtidos a partir do sangue de pessoas que tiveram CMV, ajudam a inativar o vírus, melhorar a resposta imune à introdução de infecção no corpo.

Para eliminar os sintomas da doença, são prescritos antipiréticos, analgésicos e anti-inflamatórios.

A detecção de IgG positiva para infecção por citomegalovírus em testes de laboratório não deve causar preocupação. Pelo contrário, este indicador indica uma persistente imunidade ao vírus. O sistema imunológico lidou com a infecção e, apesar de sua presença constante no corpo, mantém-na sob controle.

Tipos de anticorpos no citomegalovírus

Quando a patologia é encontrada:

  • As imunoglobulinas M são proteínas rápidas de tamanho grande para resposta rápida a infecções virais. Não forme uma "memória", destruída em 5 meses.
  • As imunoglobulinas G são criadas ao longo da vida. Proteínas são pequenas em tamanho. Sua produção é ativada pelo igM após a supressão de uma infecção viral.

A reação em cadeia da polimerase e o imunoensaio enzimático ajudam a detectar anticorpos específicos. Detecção de imunoglobulinas permite determinar o estágio da doença, o grau de infecção crônica.

Opções para interpretar a proporção de anticorpos:

  1. IgG positivo, igM negativo - remissão da infecção crônica por citomegalovírus.
  2. + igM, + igG - exacerbação da doença ou infecção recente.
  3. + igM, - igG - infecção recente.
  4. Anticorpos são negativos - sem infecção.

O título de imunoglobulina G é considerado positivo a uma concentração superior a 1,1 mel / ml. Um resultado negativo é quando o título está abaixo de 0,9 unidades internacionais por mililitro.

Clínicas modernas determinam o citomegalovírus por imunoensaio enzimático. As mulheres grávidas devem ser testadas para infecção por TORCH.

Quando a IgG é positiva, a concepção não é planejada. O estágio agudo da infecção por citomegalovírus no primeiro trimestre é perigoso por anormalidades fetais. Os médicos prescrevem tratamento conservador. Durante a gravidez, muitos medicamentos são contraindicados devido ao impacto negativo na condição do feto.

Lave bem as mãos, evite pessoas infectadas ou portadores ao planejar uma gravidez. Transmissão de cytomegalovirus - transportado por via aérea, genital e doméstico. A infecção ocorre quando contatados com esperma, urina ou saliva. Segundo as estatísticas, o igG positivo é observado em 90% da população.

Infecção por citomegalovírus - informações gerais

Citomegalovírus pertence à família dos herpes vírus, em outro é chamado o vírus do herpes humano tipo 5. Uma vez no corpo, permanece nele para sempre - não há como se livrar dos patógenos infecciosos desse grupo sem deixar vestígios.

É transmitido através de fluidos corporais - saliva, sangue, sêmen, corrimento vaginal, assim a infecção é possível:

  • por gotículas no ar
  • quando beijando
  • relações sexuais,
  • usando utensílios comuns e itens de higiene.

Além disso, o vírus é transmitido de mãe para filho durante a gestação (então você pode falar sobre uma forma inata da infecção por citomegalovírus), durante o parto ou através do leite materno.

A doença é generalizada - de acordo com os resultados da pesquisa, com a idade de 50 anos, 90-100% das pessoas são portadoras de citomegalovírus. A infecção primária é geralmente assintomática, no entanto, com um enfraquecimento acentuado do sistema imunológico, a infecção é ativada e pode causar patologias de gravidade variável.

Entrando nas células do corpo humano, o citomegalovírus interrompe os processos de sua divisão, levando à formação de citomegálicos - células de tamanho enorme. A doença pode afetar vários órgãos e sistemas, manifestando-se na forma de pneumonia atípica, cistite e uretrite, inflamação da retina e doenças do aparelho digestivo. Na maioria das vezes, os sintomas externos de infecção ou recorrência são reminiscentes de resfriados sazonais - infecções respiratórias agudas ou infecções virais respiratórias agudas (acompanhadas de febre, dores musculares, coriza).

O mais perigoso é o contato primário com o citomegalovírus em mulheres durante a gravidez. Isso pode levar à infecção intrauterina do feto e causar desvios acentuados em seu desenvolvimento.

Citomegalovírus: patógeno, via de transmissão, transporte, re-infecção

Diagnóstico

A maioria dos portadores de citomegalovírus não tem consciência de sua presença no organismo. Mas, se não for possível identificar a causa de qualquer doença e o tratamento não produzir resultados, prescreva testes de CMV (anticorpos no sangue, DNA no esfregaço, citologia e outros). É obrigatório verificar se há infecção por citomegalovírus em gestantes ou se planeja engravidar mulheres em pessoas com estados de imunodeficiência. Para eles, o vírus é um sério perigo.

Existem vários métodos de pesquisa que são usados ​​com sucesso para diagnosticar o CMVI. Para um resultado mais preciso, é aconselhável usá-los no complexo. Como o patógeno está contido nos fluidos corporais, o sangue, a saliva, a urina, as secreções vaginais e até mesmo o leite materno podem ser usados ​​como material biológico.

O citomegalovírus em um esfregaço é detectado por análise de PCR - reação em cadeia da polimerase. O método permite detectar o DNA do agente infeccioso em qualquer biomaterial. Um esfregaço no CMV - não necessariamente descarga dos genitais, pode ser uma amostra de expectoração, descarga da nasofaringe, saliva. Se o citomegalovírus for detectado no esfregaço, isso pode indicar formas latentes e ativas da doença. Além disso, o método de PCR não permite determinar se a infecção é primária ou se é uma redução da infecção.

Se o DNA do citomegalovírus for detectado nas amostras, testes adicionais podem ser atribuídos para esclarecer o status. Para esclarecer o quadro clínico ajuda a pesquisa sobre imunoglobulinas específicas no sangue.

O mais comumente usado para o diagnóstico de ELISA - imunoensaio enzimático, ou IHLA - análise imunoquimioluminescente. Estes métodos determinam a presença do vírus devido à presença no sangue de proteínas específicas - anticorpos ou imunoglobulinas.

Diagnóstico do citomegalovírus: métodos de pesquisa. Diagnóstico diferencial de citomegalovírus

Tipos de anticorpos

Para combater o vírus, o sistema imunológico humano produz vários tipos de proteínas protetoras, diferindo em termos de aparência, estrutura e função. Na medicina, eles são designados com um código especial de letras. A parte comum em seus nomes - Ig, significa Imunoglobulina, e a última letra indica uma classe específica. Anticorpos que detectam e classificam o citomegalovírus: IgG, IgM e IgA.

As maiores imunoglobulinas, a "equipe de resposta rápida". Durante a infecção inicial ou quando o citomegalovírus “adormecido” é ativado no corpo, a IgM é produzida primeiro. Eles têm a capacidade de detectar e destruir o vírus no sangue e no espaço intercelular.

A presença e quantidade de IgM no exame de sangue é um indicador importante. Sua concentração é maior no início da doença, na fase aguda. Então, se é possível suprimir a atividade viral, o título de imunoglobulinas classe M diminui gradualmente, e após cerca de 1,5 a 3 meses eles desaparecem completamente. Se uma concentração baixa de IgM persiste no sangue por muito tempo, isso indica inflamação crônica.

Assim, um alto título de IgM indica a presença de um processo patológico ativo (infecção recente ou exacerbação do CMV), baixa indica o estágio final da doença ou seu curso crônico. Se o teste de IgM do citomegalovírus for negativo, isto indica uma forma latente da infecção ou a sua ausência no corpo.

Os anticorpos da classe G aparecem no sangue mais tarde - 10 a 14 dias após a infecção. Eles também têm a capacidade de ligar e destruir agentes virais, mas, ao contrário do IgM, eles continuam a ser produzidos no corpo de uma pessoa infectada ao longo da vida. Nos resultados da pesquisa, eles geralmente são designados com o código "Anti-cmv-IgG".

Os IgG "lembram-se" da estrutura do vírus e, com o ingresso repetido de patógenos no corpo, rapidamente os destroem. Portanto, é quase impossível ser infectado com citomegalovírus uma segunda vez, o perigo é apenas uma recaída de uma infecção “adormecida” com uma diminuição da imunidade.

Se o teste para anticorpos IgG contra o citomegalovírus for positivo, o corpo já está “familiarizado” com essa infecção e desenvolveu uma imunidade vitalícia a ela.

Como o vírus é principalmente fixado e se multiplica nas membranas mucosas, para protegê-los, o corpo produz anticorpos especiais - IgA. Como IgM, deixam de ser produzidos logo após a supressão da atividade do vírus, e 1-2 meses após o término da fase aguda da doença não são mais detectados nos exames de sangue.

De importância fundamental para o diagnóstico do estado do citomegalovírus é a combinação nos resultados do estudo dos anticorpos da classe IgM e IgG.

Imunidade de imunoglobulinas

Outra característica importante dos anticorpos IgG é a avidez. Este indicador é medido em porcentagem e indica a força da conexão entre o anticorpo (imunoglobulina) e o antígeno - o vírus agente causador. Quanto maior o valor, mais eficaz o sistema imunológico combate o agente infeccioso.

O nível de avidez da IgG é bastante baixo com infecção primária, aumenta a cada ativação subsequente do vírus no corpo. O estudo de anticorpos contra a avidez ajuda a distinguir a infecção primária da recorrência da doença. Esta informação é importante para prescrever terapia adequada.

Cytomegalovirus Igg e Igm. ELISA e PCR para citomegalovírus, avidez ao citomegalovírus

O que significa IgG positiva

Um teste de IgG positivo para CMV significa que a pessoa já foi infectada com citomegalovírus antes e tem uma imunidade duradoura e estável a ela. Este valor não indica uma ameaça grave e a necessidade de tratamento urgente. O vírus "Sleeping" não é perigoso e não impede levar uma vida normal - com isso uma grande parte da humanidade coexiste com segurança.

A exceção é pessoas enfraquecidas com imunodeficiência, pacientes com câncer e pacientes com câncer, mulheres grávidas. Para estas categorias de pacientes, a presença de um vírus no corpo pode ser uma ameaça.

Citomegalovírus IgG positivo

Alto título de IgG no sangue

Além dos dados, a IgG é positiva ou negativa, a análise indica o chamado título de imunoglobulinas de cada tipo. Este não é o resultado da “contagem de peças”, mas sim um coeficiente dando uma idéia da atividade da resposta imune. A determinação quantitativa da concentração de anticorpos é feita por diluição múltipla do soro. O título mostra a multiplicidade máxima de diluição na qual um resultado positivo é mantido na amostra.

O valor pode variar dependendo dos reagentes utilizados, as características da pesquisa de laboratório. Se o título de anti-cmv IgG for significativamente elevado, isso pode ser causado tanto pela reativação do vírus quanto por várias outras razões. Para um diagnóstico mais preciso, será necessário um número de testes adicionais.

Uma legenda que vai além dos valores de referência nem sempre indica uma ameaça. Para determinar se há necessidade de tratamento urgente, é necessário considerar os dados de todos os estudos do complexo, em alguns casos é melhor repetir a análise. A razão é a alta toxicidade dos medicamentos antivirais, que são usados ​​para suprimir a atividade do citomegalovírus.

Mais precisamente, o estado da infecção pode ser diagnosticado comparando a presença de IgG com a presença e quantidade de anticorpos “primários” no sangue - IgM. Com base nessa combinação, bem como no índice de avidez das imunoglobulinas, o médico fará um diagnóstico preciso e dará recomendações para o tratamento ou a prevenção da infecção por citomegalovírus. Самостоятельно оценить результат анализов поможет инструкция по расшифровке.

Decifrando os resultados da análise

Если антитела к цитомегаловирусу в крови обнаружены – значит, инфекция в организме есть. Толкование результатов обследования и назначение терапии (в случае необходимости) следует доверить лечащему врачу, однако для понимания происходящих в организме процессов можно воспользоваться следующей схемой:

  1. O anti-CMV IgM é negativo, o anti-CMV IgG é negativo: a ausência de imunoglobulinas indica que uma pessoa nunca foi infectada pelo citomegalovírus e não está imune a essa infecção.
  2. Anti-CMV IgM positivo, Anti-CMV IgG negativo: esta combinação sugere uma infecção recente e uma forma aguda da doença. Neste momento, o corpo já está ativamente combatendo a infecção, mas a produção de imunoglobulinas IgG com "memória de longo prazo" ainda não começou.
  3. Anti-CMV IgM negativo, Anti-CMV IgG positivo: neste caso, podemos falar sobre uma infecção oculta e inativa. A infecção ocorreu há muito tempo, a fase aguda passou, e o portador desenvolveu uma forte imunidade ao citomegalovírus.
  4. Anti-CMV IgM positivo, Anti-CMV IgG positivo: os indicadores indicam uma recaída da infecção no contexto de condições favoráveis ​​ou uma infecção recente e uma fase aguda da doença - durante este período os anticorpos primários para o citomegalovírus ainda não desapareceram e as imunoglobulinas IgG já começaram a ser produzidas. Um indicador da quantidade de anticorpos (títulos) e pesquisas adicionais ajudarão o médico a entender com mais precisão.

Ao avaliar os resultados do ELISA, existem muitas nuances que são compreensíveis apenas para um especialista. Portanto, em nenhum caso você deve definir um diagnóstico, você deve confiar a explicação e a prescrição da terapia ao médico.

E se IgG para CMV é positivo

A resposta a esta questão depende de vários fatores. Os anticorpos IgG contra o citomegalovírus, encontrados no sangue, indicam que o CMVI já foi infectado. Para determinar o algoritmo de ações adicionais, é necessário considerar os resultados dos diagnósticos no complexo.

Citomegalovírus detectado - o que fazer?

Se o conjunto de dados obtidos durante a pesquisa indicar a fase ativa da doença, o médico prescreverá um tratamento especial. Como é impossível se livrar completamente do vírus, a terapia tem os seguintes objetivos:

  • proteger órgãos e sistemas internos contra danos,
  • reduzir a fase aguda da doença,
  • possivelmente fortalecer a resposta imune do corpo,
  • reduzir a atividade da infecção, conseguir uma remissão estável a longo prazo,
  • prevenir o desenvolvimento de complicações.

A escolha de métodos e drogas executa-se com base em um quadro clínico individual e características do corpo.

Se o citomegalovírus estiver em um estado latente e latente (somente a IgG é encontrada no sangue), então é suficiente monitorar sua saúde e manter a imunidade. Recomendações neste caso são tradicionais:

  • boa nutrição,
  • desistir de maus hábitos
  • tratamento oportuno de doenças emergentes,
  • atividade física, endurecimento,
  • rejeição do sexo desprotegido.

As mesmas medidas preventivas são relevantes se nenhum anticorpo para CMV foi detectado, isto é, uma infecção primária ainda não ocorreu. Então, quando um vírus entra no corpo, o sistema imunológico pode suprimir o desenvolvimento da infecção e prevenir doenças graves.

Um resultado de teste positivo para anticorpos contra o citomegalovírus IgG não é uma sentença, a presença de uma infecção latente em uma pessoa adulta saudável não afeta a qualidade de vida. No entanto, para prevenir a ativação do vírus e o desenvolvimento de complicações, é necessário fazer esforços para preservar a saúde física - evitar o excesso de trabalho e o estresse, alimentar-se racionalmente e manter a imunidade em alto nível. Nesse caso, as defesas do próprio corpo suprimirão a atividade do citomegalovírus e não serão capazes de prejudicar o portador.

O que é citomegalovírus?

Citomegalovírus - herpesvírus com curso latente quando entra no corpo. A infecção humana geralmente ocorre antes dos 12 anos de idade, os adultos não podem ser infectados com o vírus devido ao desenvolvimento de imunidade estável. As pessoas vivem e não sabem da presença de igg no corpo, porque a ação só começa quando aparecem condições favoráveis, ou uma forte diminuição da imunidade devido a:

  • transplantes de órgãos
  • imunodeficiência, HIV em um paciente,
  • cirurgia ou uso prolongado de antibióticos que inibem o sistema imunológico.

O citomegalovírus representa um perigo particular para os idosos, crianças e mulheres grávidas no momento da gestação. Ativação de anticorpos igg aumenta muitas vezes o risco de possível infecção intra-uterina do feto até a morte. Além disso, o bebê pode pegar o CMV adquirido durante a amamentação, o que indica a reação do sistema imunológico à presença e presença de anticorpos no corpo por mais de 3 semanas e o excesso da taxa de IgG em 3-4 vezes.

O que um teste positivo indica?

A análise positiva de igg indica que uma pessoa é um transportador IgG de citomegalovírus e a imunidade expressa a sua reacção a eles, i.e. luta ativamente. De fato, os anticorpos contra o citomegalovírus - é a fórmula usual para o resultado da análise do vírus. Se a resposta for positiva, significa que uma pessoa teve recentemente uma doença com este vírus e, para seu desenvolvimento, como patógeno, desenvolveu-se imunidade prolongada ao longo da vida. Um resultado de teste positivo é favorável, a não ser, é claro, que uma pessoa sofra de imunodeficiência ou AIDS.

A essência do teste

O teste para anticorpos contra CMV é o método mais preciso para testar o sangue quanto a anticorpos e a presença de infecção. Cada tipo de patógeno reage aos anticorpos à sua maneira e em seu corpo em um adulto - um grande número deles. Praticamente toda pessoa saudável é portadora de anticorpos: a, m, d, e. Isto significa que os anticorpos do citomegalovírus estão presentes no sangue na forma de grandes moléculas de proteína semelhantes a bolas com a capacidade de neutralizar e destruir as partículas virais de qualquer tipo ou cepas individuais.

O corpo está lutando ativamente com qualquer invasão de infecção (especialmente no inverno) durante a epidemia de gripe, ARVI, ORZ. O homem está protegido de forma confiável contra a nova onda, graças a um sistema imunológico estável. igg positivo significa que a infecção viral foi adiada com sucesso há cerca de 1,5 meses, mas para não voltar a gripe ou constipar, as pessoas não devem esquecer a observância de medidas simples de higiene e procedimentos preventivos.

Como a pesquisa é feita?

Um teste de vírus é um teste laboratorial de sangue para a presença ou ausência de cepas de citomegalovírus. Para o que a amostra é tomada e o laboratório começa a busca de anticorpos específicos para o citomegalovírus IgG no sangue.

Acredita-se que o grau de desenvolvimento do sistema imunológico de seus próprios anticorpos específicos ou imunoglobulinas depende diretamente do estado do sistema imunológico. São as crianças e as mulheres grávidas que muitas vezes sofrem de doenças catarrais e a detecção de iqq positiva devido a um sistema imunológico não formado, incapacidade de lidar ativamente com o ataque de vírus.

Em adultos, uma análise positiva indicará que o corpo já foi afetado por citomegalovírus, mas quando está nas células sangüíneas é inofensivo, e o portador humano não está ciente da presença de vírus. Infelizmente, é completamente impossível livrar-se deles, mas não há ameaça à saúde e não há necessidade de se dirigir urgentemente à farmácia para medicamentos antivirais. O vírus é perigoso somente após a ativação, quando o sistema imunológico está em um estado criticamente deprimido. O grupo de risco inclui bebês de até 1 ano de idade, mulheres grávidas e infectados pelo HIV. É um aumento nos índices quantitativos de IgG no sangue que indicará o grau de ativação da doença no momento.

Caminhos de transmissão do vírus

Sempre se pensou que a principal via de transmissão para o CMV é sexual. Hoje foi provado que o vírus é transmitido através de beijos, handshaking e utensílios em geral quando entra no sangue através de pequenas rachaduras, cortes e abrasões na pele. É dessa forma que as crianças são cobradas depois de frequentar creches e escolas, tornando-se portadoras por causa da imunidade instável, que ainda está em fase de formação.

As crianças começam a ter um resfriado com o aparecimento de sintomas bem conhecidos. Avitaminose é observada no sangue, o que indica derrota por vírus do sistema imunológico, embora em adultos com CMV os sintomas estejam quase ausentes. Um igg positivo no caso de um desvio da norma leva a sinais de um resfriado comum em crianças:

  • nariz escorrendo
  • dor de garganta,
  • rouquidão
  • dificuldade em engolir
  • aumento de temperatura
  • gânglios linfáticos inchados.

Há uma síndrome chamada mononucleose ou citomegalia com duração de 7 dias e até 1,5 meses na forma de resfriado comum. O desenvolvimento do processo inflamatório sobre as glândulas salivares ou genitais (nos testículos e uretra de homens ou no útero ou ovários em mulheres), dependendo do local de ativação do vírus, deve ser considerado como características especiais do CMV acompanhadas por uma infecção respiratória.

O citomegalovírus tem um período de incubação bastante longo, durante o qual o sistema imunológico tem tempo para produzir anticorpos estáveis, a fim de impedir que o vírus seja ativado no futuro. Mas, com cautela, vale a pena tratar o citomegalovírus IgG positivo ao testar mulheres grávidas, quando é possível transmitir a infecção para o feto e o desenvolvimento de vários tipos de anormalidades. Um teste de IgG positivo declara infecção primária no momento da gravidez, e as mulheres, é claro, terão que passar por um tratamento prescrito por um médico.

A falta de tratamento pode levar a CMV congênito ou adquirido em crianças e de uma clínica bastante diversificada, dependendo da forma de infecção com o vírus. No caso de infecção intra-uterina ou passagem pelo canal do parto, o bebê herdará uma forma congênita de citomegalovírus ou adquirida depois de visitar bebês em creches ou escolas durante uma epidemia no momento do acúmulo de um grande número de pessoas de crianças. Assim, os sintomas de recém-nascidos com formas congênitas de CMV:

  • falta de apetite
  • caprichos, nervosismo,
  • letargia
  • aumento de temperatura
  • constipação
  • urina escura
  • iluminando fezes,
  • erupção cutânea por tipo de herpes,
  • fígado e baço aumentados em tamanho.

Com a forma cmv adquirida, os bebês sobrevivem:

  • fraqueza
  • doença
  • letargia
  • apatia
  • febre
  • distúrbio do sono
  • condição febril, calafrios,
  • gânglios linfáticos inchados e amígdalas.

Às vezes o vírus ocorre em crianças completamente despercebidas. Mas se os sintomas aparecem, não é mais possível evitar complicações e desenvolvimento sérios: icterícia, pneumonia, inflamação no fígado, petéquias na pele, estrabismo, transpiração excessiva à noite. Na primeira suspeita de doença, você deve consultar um médico ou chamar uma ambulância se a temperatura subiu para níveis críticos. O paciente está sujeito a hospitalização e acompanhamento constante pelos médicos, a fim de evitar o desenvolvimento de complicações graves.

Classes M e G, qual a diferença?

  1. Os anticorpos da classe G são considerados mais demorados, diferentemente da classe M, e se acumulam no corpo gradualmente, a fim de manter o sistema imunológico de proteção e combater os fatores - provocadores no futuro.
  2. Os anticorpos da classe M são anticorpos mais rápidos, com produção instantânea para grandes volumes, mas com o desaparecimento subseqüente. Eles podem rapidamente enfraquecer os efeitos provocadores dos vírus no sistema imunológico, levando à morte da infecção no momento do ataque do vírus.

A conclusão é que a infecção inicial leva à formação de anticorpos IgG no organismo, seguidos da liberação de imunoglobulinas para eles. Os anticorpos da classe G desaparecerão depois, e somente os anticorpos da classe M serão capazes de manter a doença e evitar que ela progrida.

Como a decodificação é traduzida?

O exame de sangue para ELISA é o principal indicador da presença de CMV no sangue. A descriptografia consiste no cálculo do número de anticorpos e seus tipos para extrair conclusões adicionais sobre a infecção primária ou secundária de um organismo com uma infecção. Igg positivo no sangue é a resposta imune ao nível de citomegalovírus. Um resultado negativo indica que nunca houve qualquer contato com a infecção na vida de uma pessoa.

Por exemplo, o resultado do teste - G + e M - indica o estado dormente dos anticorpos, e os grupos G + e M + mais significam que os números de vírus não excedem a norma e não há motivo para preocupação. Este teste é extremamente importante para conduzi-lo para mulheres no período de carregar um bebê. E G - e M + já é um sinal do desenvolvimento de uma doença primária na fase aguda. Com G + G +, a doença já adquire um curso recidivante e a imunidade é severamente suprimida. Uma condição perigosa quando o citomegalovírus IgM positivo é detectado em mulheres grávidas. Isto significa que o corpo tem processo inflamatório e sintomas: corrimento nasal, febre alta e aumento da face.

Após a decodificação da análise, o médico prescreverá um índice de atividade e o número de imunoglobulinas em porcentagem. Então:

  • com taxas de HCG inferiores a 5-10%, a infecção ocorreu recentemente e pela primeira vez no corpo feminino,
  • a presença de anticorpos em 50-60% indica a ativação da inflamação,
  • a presença de anticorpos de mais de 60% indica a incerteza da situação e a necessidade de se testar novamente.

Se desejado, é bom engravidar se o igg do citomegalovírus for detectado positivo e o igm for negativo antes da concepção. Isso significa que a infecção primária do feto certamente não ocorrerá. Se igg e igm forem positivos, planejar uma gravidez é melhor ser adiada e passar pelo tratamento prescrito pelo ginecologista. Tenha cuidado com os vírus igg e igm negativos e não negligencie medidas preventivas simples. Isso significa que a ativação do vírus é possível a qualquer momento, portanto, você precisa lavar as mãos com mais frequência, evitar beijar e o contato com estranhos infectados, em particular os relacionamentos íntimos, deve ser interrompido temporariamente.

Na verdade, o corpo deve lidar com vírus. O tratamento com medicamentos é prescrito no caso de:

  • imunodeficiência em pacientes
  • transplante de órgãos ou um curso de quimioterapia que pode suprimir fortemente o sistema imunológico por meios artificiais.

Apesar do fato de que é quase impossível se livrar do vírus, com forte imunidade, ele não se manifesta e permanece inativo por muito tempo.

Quais são os sintomas da detecção de anticorpos?

Durante a exacerbação da mononucleose (se o vírus CMV levou a complicações), os pacientes desenvolvem sintomas como o resfriado comum ou amigdalite:

  • nariz bloqueado
  • dor de cabeça
  • temperatura elevada.

A imunodeficiência em recém-nascidos com um igg positivo pode levar a:

  • icterícia
  • Hepatite C,
  • indigestão,
  • retinite,
  • pneumonia
  • processos inflamatórios no trato digestivo,
  • visão reduzida
  • doenças do sistema nervoso,
  • encefalite até a morte.

Complicações

Por exemplo, uma dor de garganta prolongada por mais de 5 dias pode levar a deficiências mentais ou físicas em crianças no contexto de complicações. O vírus da herpes é particularmente perigoso quando o feto é infectado durante a gravidez e muitas vezes leva a abortos nos estágios iniciais ou deficiências mentais em bebês no nascimento.

É por isso que é importante para as mulheres, quando planejam uma gravidez, fazer um teste para CMV, em particular, para tomar medicamentos conforme prescrito por um médico:

  1. Aciclovir, vitaminas na forma de injeções do grupo B, complexos vitamínico-minerais para manter a imunidade,
  2. Interferon,
  3. Viferon, Genferon como agentes antivirais.

Com um resfriado, você pode lutar contra métodos domésticos:

  • própolis, para fazer tintura de óleo de álcool,
  • cebola, alho adicionar a saladas,
  • beber água de prata
  • preparar e beber taxas medicinais: absinto, echinacea, alho ervas, radiola, violeta.

O vírus IgG positivo é encontrado em 90% dos adultos. Esta é a norma, mas a liberação prolongada do vírus no sangue pode levar à imunossupressão. Embora as imunoglobulinas de classe G sejam de fato defensores confiáveis ​​do nosso organismo contra o ataque do citomegalovírus, uma análise positiva indica uma proteção permanente do corpo, com o igg + você pode viver em paz. É desejável que tal teste seja definido em mulheres que desejam conceber um bebê no futuro, quando a probabilidade de desenvolver defeitos graves no feto é mínima - não mais que 9%, e a ativação do vírus não é maior que 0%.

VERIFIQUE SUA SAÚDE:

Não leva muito tempo, de acordo com os resultados, você terá uma idéia sobre o estado de sua saúde.

Decodificando resultados

Simultaneamente com o título de anticorpos, as clínicas determinam o índice de avidez. O indicador junto com imunoglobulinas reflete o grau de infecção do organismo. Com um nível de anticorpos de até 50%, a infecção primária é provável. Se o índice exceder 60%, pense na forma crônica, o portador da infecção pelo citomegalovírus. A taxa média (50-60%) indica uma situação incerta e a análise é repetida após 2 semanas. Índice de avidez negativa - sem infecção

Princípios gerais de tratamento do citomegalovírus com base no título de anticorpos

Os cientistas acreditam que um igG positivo em uma pessoa com imunidade normal sugere a necessidade de seguir certos princípios:

  1. Limite o contato com as pessoas.
  2. Não se comunique com crianças.
  3. Siga as regras de higiene.
  4. Evite o estresse.

O perigo para a saúde é o citomegalovírus IgG na imunodeficiência. No contexto da infecção por citomegalovírus, surgem as seguintes complicações:

  • A pneumonia é a causa da morte de pacientes com AIDS.
  • Icterícia, hepatite.
  • Doenças digestivas: úlcera, enterite.
  • Retinite - inflamação da retina.
  • Encefalite com sonolência, paralisia, dores de cabeça.

Положительный IgG к цитомегаловирусу наблюдается при хронической инфекции на стадии обострения.

Антитела IgG у беременных

Показатель при вынашивании определяет насколько заразился ребенок. De acordo com os resultados do teste, o especialista seleciona procedimentos terapêuticos.

Nas primeiras 12 semanas, tome medidas urgentes para a erradicação da infecção por citomegalovírus: existe um alto risco de efeitos teratogênicos do patógeno sobre o feto. Reduz significativamente a probabilidade de infecção durante a remissão.

A infecção tardia ocorre no citomegalovírus congênito em uma criança. O manejo específico da gravidez é necessário se os anticorpos IgG forem encontrados em altas concentrações.

Se igM for detectado e o igG estiver ausente, uma nova infecção será assumida. Isso leva ao desenvolvimento anormal da criança, natimorto, parto prematuro, abortos e água alta.

Qual é o perigo

A presença de IgG positiva por citomegalovírus em uma criança após o nascimento é evidência de uma infecção intra-uterina. Para verificar o diagnóstico, é necessário identificar concentrações elevadas em dois ou mais testes.

A infecção congênita pelo citomegalovírus ocorre sem sintomas com imunidade forte. O enfraquecimento das forças protetoras leva a complicações:

  • Coriorretinite
  • Hepatite.
  • Icterícia
  • Pneumonia
  • Petéquias na pele.

Ao identificar um dos sintomas acima, cumpra as medidas preventivas:

  1. Higiene pessoal.
  2. Fortalecimento da imunidade
  3. O uso de imunomoduladores de plantas (echinacea, ginseng).

O uso de drogas concordou com o médico. Ao planejar transplantes de órgãos, as transfusões de sangue são testadas para a detecção de citomegalovírus.

Um teste positivo para o patógeno requer a substituição do sangue por outro análogo para transfusão.

Se o citomegalovírus for detectado, as recomendações profiláticas são suficientes para combater o patógeno. Na redução em forças protetoras o tratamento conservador é necessário.

Quais são os anticorpos do citomegalovírus?

A análise de anticorpos IgG contra o citomegalovírus pode detectar a presença dessa infecção.

O citomegalovírus (abreviado como CMV) é um membro da família dos herpesvírus que causa citomegalia em humanos. A citomegalia é uma doença viral transmitida de pessoa para pessoa. É caracterizada pelo fato de que o vírus se une a células saudáveis ​​de tecidos humanos, altera sua estrutura interna, como resultado, enormes células, chamadas citomegais, são formadas nos tecidos.

Este vírus tem uma característica por muitos anos para viver no corpo humano e não se manifesta. Quando o equilíbrio imunológico do corpo é violado, o vírus é ativado e a doença começa a progredir muito rapidamente. Por via de regra, o cytomegalovirus localiza-se nas glândulas salivares, como é estruturalmente semelhante a este tipo de tecido.

Anticorpos para citomegalovírus no corpo humano são isolados independentemente. De acordo com dados oficiais, anticorpos para este vírus foram encontrados em crianças adolescentes em 10-15% dos casos, e em adultos - em 40%.

  • através de gotículas no ar, por exemplo, através da saliva,
  • transplacentária, isto é, da mãe para o feto através da placenta, bem como no processo de passar a criança através do canal do parto,
  • alimentar, ou seja, através da boca quando comer ou beber, e também através de mãos sujas,
  • sexualmente - em contato, por exemplo, com a membrana mucosa da vagina, o contato do muco com o esperma,
  • com transfusões de sangue,
  • no processo de lactação através do leite materno.

O período de incubação do CMV dura de 20 a 60 dias, o período agudo da doença dura de 2 a 6 semanas. Na fase aguda da doença em humanos, as seguintes manifestações são observadas:

  • alta temperatura
  • arrepios
  • dores de cabeça e dores musculares
  • fraqueza
  • intoxicação,
  • em alguns casos - o desenvolvimento de bronquite.

Depois de passar pelo estágio agudo da doença, o sistema imunológico é ativado e os anticorpos são produzidos. Se o sistema imunológico é fraco devido a doenças prévias e escolhas de estilo de vida pobres, a doença entra em um estágio crônico e afeta os tecidos e freqüentemente os órgãos internos da pessoa.

Por exemplo, o CMV provoca o desenvolvimento da distrofia macular úmida, ou seja, doenças das células oculares responsáveis ​​pela transmissão dos impulsos nervosos do órgão de visão para o cérebro.

A doença se manifesta na forma de:

  • SARS, em alguns casos de pneumonia,
  • forma generalizada, nomeadamente, danos nos órgãos internos, por exemplo, inflamação do fígado, pâncreas e outras glândulas, bem como dos tecidos das paredes intestinais,
  • problemas com os órgãos do sistema urogenital, manifestados na forma de inflamação recorrente.

Especialmente, muito precisa se preocupar se uma mulher grávida se infectar com citomegalovírus. Neste caso, a patologia do feto se desenvolve, quando os vírus no sangue da mãe são transmitidos para ele através da placenta. A gravidez termina em aborto, ou o cérebro é afetado na criança, como resultado do qual ele sofre de doenças de natureza física e mental.

É necessário prestar muita atenção ao diagnóstico da forma intra-uterina do CMV em crianças. É especialmente importante estabelecer como a mulher grávida foi infectada. Se antes da concepção o corpo já sofria de uma doença, e durante a gravidez houve uma re-infecção, este fato significa uma maior chance de ter um bebê saudável. O citomegalovírus provoca doenças que apresentam alto risco de complicações graves por toda a vida.

Como é o diagnóstico da doença? Os métodos utilizados no diagnóstico do CMV são os seguintes:

  • método de imunofluorescência, que permite detectar o vírus em fluidos biológicos do corpo,
  • Método de imunoquimioluminescência (ILA) baseado em imunoensaio,
  • reação em cadeia da polimerase (PCR) - método de biologia molecular, que permite detectar o DNA de um vírus em fluidos biológicos humanos,
  • semeadura em cultura celular,
  • ensaio imunoenzimático (ELISA), que determina se existem anticorpos para o CMV no sangue.

O que significa se o Anti-CMV IgG for detectado?

Esses tipos de testes visam identificar anticorpos específicos, chamados imunoglobulinas. Isso, por sua vez, torna possível determinar em que estágio do desenvolvimento está a doença. Os mais efetivos e freqüentemente usados ​​são o ELISA e o ILA.

Existem duas classes de imunoglobulinas que aparecem no CMV. A análise revela seu indicador quantitativo, que ultrapassa os limites dos valores de referência, ou seja, excede a norma.

Imunoglobulinas M, respondendo rapidamente a infecções virais. Estes anticorpos têm a abreviatura internacional ANTI-CMV IgM, que significa anticorpos que surgiram para a classe M. de citomegalovírus.

Esses anticorpos não formam a memória imunológica e são destruídos no corpo dentro de seis meses.

Com uma quantidade aumentada de IgM de citomegalovírus, um estágio agudo da doença é diagnosticado.

Imunoglobulinas G, que se formam ao longo da vida e são ativadas após a supressão da infecção. ANTI-CMV IgG - estes anticorpos são abreviados como são, de acordo com a classificação internacional, que significa anticorpos de classe G. Os anticorpos IgG de citomegalovírus indicam que o vírus está se desenvolvendo no corpo. Testes laboratoriais podem determinar o tempo estimado de infecção. Isso é indicado por um indicador chamado título. Por exemplo, um título de citomegalovírus igg 250 indica que a infecção penetrou no corpo dentro de alguns meses. Quanto menor a pontuação, maior a idade da infecção.

Ao avaliar a probabilidade de infecção, uma análise da razão de anticorpos de classe IgG e IgM é usada. A interpretação da relação é:

  • a combinação de anticorpos anti-CMV IgG positivos - CMV IgM negativos significa que o vírus no organismo está elevado, mas está latente, isto é, está dormente,
  • Relação positiva de anticorpo IgG de citomegalovírus - ANTI-CMV IgM positivo significa que uma pessoa recentemente teve uma infecção ou um vírus na fase de ativação,
  • a combinação de anticorpos "IgG- e IgM +" indica uma infecção adquirida não mais de 3 semanas atrás,
  • a proporção de "IgG e IgM" significa que a infecção está ausente.

Especialmente importante para realizar esses estudos em mulheres em idade reprodutiva. Se for obtido um resultado positivo para IgG por citomegalovírus com IgM negativo antes da concepção, significa que durante a gravidez não haverá infecção primária (a mais perigosa para o feto).

Se a IgM for positiva, a gravidez deve ser adiada e consultada com o seu médico. E se o resultado para o citomegalovírus IgG e IgM for negativo, então não há vírus no corpo, e uma chance de infecção primária é possível.

O que fazer se os resultados dos testes para anticorpos IgG forem positivos?

O tratamento com CMV é geralmente destinado a fortalecer o sistema imunológico, a fim de trazer o citomegalovírus para uma forma latente que pode ser controlada pelo sistema imunológico humano.

A terapia também é baseada em tomar medicamentos antivirais de ação herpes. As doenças concomitantes que se desenvolvem juntamente com o CMV são tratadas com antibióticos.

Para a prevenção do CMV, foi desenvolvida uma vacina especial, destinada principalmente a proteger as mulheres grávidas. Segundo a pesquisa, a vacina atualmente tem um grau de eficácia de cerca de 50%.

Os resultados que revelaram IgG de citomegalovírus positivo não devem ser tomados como uma frase. O vírus CMV está presente no corpo da grande maioria das pessoas. A análise oportuna, a prevenção e o tratamento adequado podem minimizar o risco de doenças provocadas por esta infecção.

Pin
Send
Share
Send
Send